Por Que Existem Tantas Interpretações Cristãs Diferentes?

Fonte: GotQuestions.org/Portugues

‹‹Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós›› (Ef 4.5-6 – ACF)


 
A Bíblia diz que “há um só Senhor, uma só fé, um só batismo” (Efésios 4.5). Essa passagem enfatiza a união que deve existir no Corpo de Cristo, já que somos todos habitados por “um Espírito” (versículo 4). No versículo 2, Paulo faz um apelo por humildade, mansidão, longanimidade e amor – os quais são todos necessários para preservar a união. De acordo com 1 Coríntios 2.10-13, o Espírito Santo conhece as coisas de Deus (versículo 11), as quais Ele revela (versículo 10) e ensina (versículo 13) àqueles em quem Ele habita. Essa atividade do Espírito Santo é chamada de iluminação.
[Hélio discorda do tom da doutrina da "Igreja Universal e Invisível", que tanto mal tem feito, ver http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/IgUniv-TeoriaMito-Montgomery.html . Seria melhor ter sido dito que Deus só deixou igrejas LOCAIS, portanto, mesmo na eternidade futura, todos os crentes formarão uma só igreja, mas ela será LOCAL. Mas todas as igrejas locais de hoje deveriam ter basicamente uma só doutrina, pois Deus só escreveu uma Bíblia, só deixou uma verdade e ela é absoluta e não relativa, é firme e não adaptável ao contexto da tribo ou do mundo, e só deixou um professor, o Espírito Santo]

Em um mundo perfeito, todo Cristão deve estudar a Bíblia fielmente
(2 Timóteo 2.5), orando sempre e dependendo da iluminação do Espírito Santo. No entanto, não vivemos em um mundo perfeito. Nem todo mundo que possui o Espírito Santo na verdade escuta o Espírito Santo. Há Cristãos que O entristecem (Efésios 4.30). Pergunte a qualquer educador – até mesmo o melhor professor tem alunos impertinentes que ficam resistindo aprender, não importando o que o professor faça. Então, um motivo pelo qual pessoas diferentes têm interpretações diferentes da Bíblia é que elas simplesmente não escutam ao Professor.

 

Veja a seguir alguns outros motivos para a grande divergência de crenças entre aqueles que ensinam a Bíblia:

[Hélio está convicto de que a principal causa das divergência é que não querem usar basicamente a Interpretação Literal. Se 100 pastores que nunca se viram, cada um de uma denominação diferente, tivesse que morar para sempre numa ilha, e se assentassem numa mesa e acertassem, com real sinceridade, abandonar todas as tradições que herdaram de suas denominações, todos os teólogos delas, todos os chamados "pais da igreja", todos os credos denominacionais, etc., e passar um ano lendo a Bíblia em conjunto, somente a Bíblia, e a interpretando literalmente conforme http://solascriptura-tt.org/Ide/ComoEstudarInterpretarBiblia-Longo-Helio.htm e http://solascriptura-tt.org/EscatologiaEDispensacoes/MetodoNormal-LiteralInterpretacaoProfeciaBiblica-DCloud.htm, com auxílio somente de concordâncias e dicionários, lendo uma mesma Bíblia do Textus Receptus, dominados pelo mesmo Espírito Santo,
ao final todos teriam uma só doutrina (ao menos nos primeiros 100 ou 200 pontos principais), todos poderiam redigir e entusiasticamente subscrever uma mesma Declaração Doutrinária (idem), e organizariam uma só igreja local. Todos creriam na total realidade da perdição eterna no inferno de fogo literal e de sofrimento terrível, consciente, inescapável e eterno; todos creriam na imperdibilidade da salvação e preservação; todos creriam na mais absoluta perfeição da inspiração e da preservação verbal da Bíblia; todos abandonariam odiaram heresias tais como universalismo e modalismo; abandonariam o batismo infantil herdado de Roma; abandonariam a transubstanciação também vinda de Roma; abandonariam a busca pelos dons que foram exclusivos e identificatórios dos apóstolos; ninguém duvidaria que Cristo voltará (com Sua igreja totalizando todos os salvos, mesmo que nem todos os pastores concordassem que haverá uma distinção entre os salvos da atual e os salvos das demais dispensações) ao final da Tribulação para reinar corporalmente 1000 anos literais, etc. ... Ah, se aceitassem sempre, literalmente (nos moldes das duas referências), o que Deus fez escrever, todas as igrejas voltariam a ser iguais, como as melhores igrejas dos últimos dias do apóstolo João! Ah, se todas as igrejas voltassem ao literalismo!]

 
1°. Incredulidade.
O fato é que muitos que clamam ser Cristãos nunca nasceram de novo. Eles usam o rótulo de “Cristão”, mas nunca houve mudança verdadeira no coração. Muitos ousam ensinar a Bíblia, mas nem acreditam que a Bíblia é verdade. Eles dizem que falam por Deus, mas vivem em um estado de descrença. A maioria das interpretações falsas vem de tais fontes.

É impossível para um incrédulo interpretar as Escrituras corretamente.
“Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus..... e não pode entendê-las” (1 Coríntios 2.14). Um homem que não é salvo (alguém que não tem o Espírito Santo) não pode entender a verdade da Bíblia. Ele não tem nenhuma iluminação. Além disso, ser um pastor ou teólogo não garante a sua salvação.

Um exemplo de caos criado por descrença é encontrado
em João 12.28-29. Jesus ora ao Pai, dizendo: “Pai, glorifica o teu nome”. O Pai responde com uma voz audível do céu, que todo mundo que lá estava escutou. Note, no entanto, a diferença em interpretação: ‹‹A multidão, pois, que ali estava, tendo ouvido a voz, dizia ter havido um trovão. Outros diziam: ‘Foi um anjo que lhe falou› ›Todo mundo escutou a mesma coisa - uma declaração inteligível do céu – mas todo mundo ouviu apenas o que queria ouvir.



2°. Falta de preparação.
O Apóstolo Pedro nos adverte contra aqueles que “deturpam (interpretam de modo incorreto)” as Escrituras. Ele atribui seus ensinamentos falsificados, em parte, ao fato de que são “ignorantes” (2 Pedro 3.16). Timóteo foi encorajado a “apresentar-te a Deus aprovado” (2 Timóteo 2.15). Não há nenhum atalho para uma boa interpretação bíblica; temos que estudar.

3°. Hermenêutica pobre.
Muito erro tem sido promulgado por causa de uma simples falha de utilizar boa hermenêutica (a ciência de interpretar as Escrituras). Tirar um verso do seu contexto imediato pode causar grande dano à intenção do versículo. Ignorar o contexto de um capítulo ou livro onde o versículo é encontrado, ou falha em entender o contexto histórico e cultural também podem causar problemas.

4°. Ignorância da Palavra de Deus como um todo. Apolo era um pregador poderoso e articulado, mas ele só conhecia o batismo de João. Ele não conhecia a Jesus e Sua provisão de salvação, por isso sua mensagem era incompleta. Áquila e Priscila “tomaram-no consigo e, com mais exatidão, lhe expuseram o caminho de Deus” (Atos 18.24-28). Depois disso, Apolo pregou Jesus Cristo. Alguns grupos e indivíduos de hoje têm uma mensagem incompleta porque eles se concentram em certas passagens e excluem outras. Eles falham em comparar Escritura com Escritura.


5°. Egoísmo e orgulho. Triste dizer que muitas interpretações da Bíblia são baseadas nas inclinações pessoais de certas pessoas ou suas doutrinas preferidas. Algumas pessoas veem a oportunidade de avanço pessoal ao promover uma “nova perspectiva” da Bíblia. Veja a descrição de mestres falsos na epístola de Judas.

6°. Fracasso para amadurecer. Quando Cristãos não estão amadurecendo do jeito que deveriam, o jeito que manejam a Palavra de Deus é afetado. “Leite vos dei a beber, não vos dei alimento sólido.... porque ainda sois carnais” (1 Coríntios 3.2-3). Um Cristão imaturo não está pronto para o “alimento mais sólido” da Palavra de Deus. Note que a prova da carnalidade da igreja de Corinto é a divisão em sua igreja (versículo 4).

7°. Ênfase exagerada em tradição. Algumas igrejas clamam crer na Bíblia, mas sua interpretação é sempre filtrada pela tradição já estabelecida da sua igreja. Quando a tradição e ensino da Bíblia estão em conflito, tradição acaba tendo precedência. Isso efetivamente nega a autoridade da Palavra e concede supremacia à liderança da igreja.

Nos assuntos básicos, a Bíblia é bastante clara.
Não há nada ambíguo sobre a divindade de Cristo, a realidade de céu e inferno, a salvação pela graça através da fé. Em alguns assuntos de menor importância, no entanto, a instrução das Escrituras é menos clara, e isso naturalmente acaba levando a interpretações diferentes. Por exemplo, não temos nenhum comando bíblico direto quanto à frequência em que se deve realizar a Ceia do Senhor, estrutura do governo da igreja [Hélio discorda profundamente, fica muito claro na Bíblia que o governo da igreja é independente e local, congregacional, por toda a congregação soberanamente reunida em assembleia ou sessão, com votação universal e igualitária, por erguer de mãos ou secreta. Não é episcopal, monárquico, papal, papista, do Papa, Roma, romanista, estatal. Nem presbiteriano, federativo, com presbitérios, sínodos, assembleias nacionais. Ver http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/13GovernoNaIgrejaLocal-Helio.htm ] ou que estilo de música usar [Hélio discorda profundamente, ver http://solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/DizBibliaAlgoSobreEstiloMusicaCrista-DCloud.htm ]. Cristãos honestos e sinceros podem ter interpretações diferentes das passagens que se dirigem a esses assuntos periféricos [Hélio discorda profundamente: assuntos essenciais são aqueles em que a Bíblia, interpretada pelo Método Literal, tem pelo menos um verso claro ou como consequência direta inegável de um verso claro. Assunto periférico é somente aquele em que não há nenhum verso assim, por exemplo, qual a cor da cortina, a música vem antes ou depois da pregação, qual verso será pintado na parede, quem são as duas testemunhas de Apocalipse, quais hinos bons, do hinário tradicional, serão cantados hoje, etc.].

 


‹‹O mais importante é ser dogmático onde a Bíblia é dogmática e evitar ser dogmático onde a Bíblia não é.
As igrejas devem tentar seguir o modelo deixado pela igreja primitiva de Jerusalém: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações” (Atos 2.42). Havia união na igreja [local] primitiva porque eles perseveraram na doutrina dos apóstolos. Haverá união novamente na igreja [local] quando voltarmos à doutrina dos apóstolos e abrirmos mão das outras doutrinas, modas e influências que infiltraram a igreja››

 
 

Fonte: GotQuestions.org/Portugues

 


 



Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)



(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Ide/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )