Mais Perguntas e Respostas Sobre o Mito de “a Igreja Universal, Hoje, na Terra”:


Hélio de Menezes Silva, 2011.




É claro que estou totalmente convicto de que estou totalmente correto (pela Bíblia!) em repudiar todas as formas da usual ideia de “a Igreja Universal, Hoje, na Terra” (IU-HT) pois, se eu não tivesse tal convicção, de modo nenhum teria escrito do modo que fiz boa parte (particularmente os capítulos 1 a 4) do meu livro
ECLESIOLOGIA - a Doutrina das Igrejas (locais, claro) dos Salvos do Novo Testamento, cujos 23 capítulos podem ser gratuitamente baixados a partir de http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/00Helio-index.htm. Mas também é claro que também sei que muitos (quer por não lerem de verdade esse livro, quer por outras causas) discordarão de mim e se procurarão arengar comigo quanto à IU-HT, e aceito que isto é um direito deles e que não posso exigir nem mesmo esperar que todos concordem comigo. Apenas rogo que, antes de pensarem que penso certas coisas sobre este assunto, por especial favor leiam 2 ou 3 vezes cada uma e todas as palavras que escrevi sobre ele, comparando-as com a Bíblia do Textus Receptus (particularmente examinando todos os versículos que referenciei, ponderando também os contextos deles), antes que pensem de mim e me representem distorcidamente.

Por favor, antes de prosseguir e começar a me atacar, tome algumas dezenas de horas para estudar com cuidado e profundidade o livro supracitado. Ou, pelo menos, tome algumas poucas horas de leitura cuidadosa e profunda dos 3 capítulos (caps. 1,3,4)
http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/01IgEhSumamenteImportante-Helio.htm (12 referências à “Igreja Universal”),      http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/03Os3SentidosDeIgreja-Helio.htm  (16 referências à “Igreja Universal”),      http://solascriptura-tt.org/EclesiologiaEBatistas/04Figuras3TiposIgs-SempreLocais-Helio.htm (23 referências à “igreja local totalizada futura”).
Depois, tome mais algumas horas para ler com igual cuidado pelo menos mais 3 dos bons artigos do mesmo site:

À Procura da Igreja Universal e Invisível -- Cockrell 
Igreja Universal e Invisível -- uma Teoria e um Mito -- Montgomery 
Mito da Igreja Universal, o -- F.A. Gomes

Agora, vamos a algumas perguntas entre as que frequentemente me fazem, sobre a IU-HT




Pergunta: Por favor, mesmo que se repetindo mas com outras palavras para vermos se eu entendo melhor, qual a 1ª razão pela qual você é tão extremamente contra o conceito de uma “a Igreja Universal, Hoje, na Terra”?

Resposta: O conceito de uma “a Igreja Universal, Hoje, na Terra” é um oxímoron, uma impossível contradição de termos. É um completo e grosseiro desrespeito à etimologia da palavra igreja, e ao contexto do país da língua grega:
Na Grécia antiga, cada cidade era um reino soberano e independente, quase como se fosse um país. Quando os cidadãos de cidade X se ajuntavam em assembleia (ekklesia) para resolver um assunto, os cidadãos de cidade Y não eram convidados, não faziam parte da assembleia, não falavam, não votavam. Cada homem, embora pudesse visitar e ter amigos em outras cidades-reinos, era cidadão de uma só cidade-reino, estava ligado a uma só cidade-reino, participava das assembleias de uma só cidade-reino, não se considerava ligado a nenhuma outra, nem considerava que pudesse jamais existir uma assembleia reunindo todas as cidades-reinos, todos votando e decidindo assuntos. Não havia nenhuma margem para o conceito de assembleia superior ou inferior, dominante ou dominada, além ou ao lado, daquela dos cidadãos daquela cidade-reino. Ponto.

Vejamos alguns exemplos de oxímoron:

 “Batismo por aspersão” é uma contradição de termos, pois equivale a “submersão por aspersão”, e isto é uma absurda e impossível contradição de termos:

 
a) se uma pessoa teve todo seu corpo submerso sob e dentro da água, de modo nenhum podemos dizer que apenas sua cabeça foi aspergida com algumas gotas de água;

b) em oposição, se tudo que ocorreu foi que os cabelos de sua cabeça receberam a aspersão de um spray de água, de modo podemos dizer que o seu corpo foi submerso debaixo e dentro da água. Agora, só há 4 possibilidades sobre (a) e (b): 1) uma afirmativa (a,b) é verdade e a outra (b,a) não o é; 2) ou vice-versa; ou 3) nem (a) nem (b) são verdade; 4) mas é impossível que (a) e (b) sejam ambos verdadeiros, isto é, é impossível que um só ato seja ambas as coisas (total imersão e somente sprayada);


. “A mais densa escuridão nos cegando os olhos de tanta luz” é uma contradição de termos. Ou é fato que se está na mais densa treva onde não se vê nem a sombra do próprio nariz, ou se está na mais deslumbrante luz, ou nenhuma dessas duas coisas se aplica. É impossível que ambas as coisas se apliquem no mesmo instante;

. “gordíssimo maguérrimo” é uma contradição de termos;

. etc.

Do mesmo modo “a Igreja Universal, Hoje, na Terra” “(hoje difusa e invisível, porém mais real e importante, na terra, que qualquer outra coisa)” é uma total, uma absurda contradição de termos, pois equivale a “um ajuntamento que nunca se ajunta”, “um ajuntamento sempre separado”, “uma assembleia não assembleiada”, “uma reunião não reunida”, etc.



Pergunta: Porventura o "Corpo do Cristo" não é “a Igreja Universal, Hoje, na Terra”? Ou você crê que “o Corpo do Cristo” e “a Igreja do Cristo’ são duas coisas distintas e separadas? (Exemplo: Efésios 4)

Resposta:
O completo Corpo do Cristo é cada igreja local, e somente local. E cada igreja local, e somente cada igreja local, é o completo Corpo do Cristo
. E, em minha ACF, só encontrei a exata expressão "o corpo de Cristo" em 1Co 12:27, obviamente referindo-se à igreja em Corinto. Ef 4:12 tem a expressão "do corpo de Cristo", mas pode perfeitamente se referir à igreja local de Éfeso.



Pergunta:
- O CORPO de Cristo [um só], é também a IGREJA [uma só] de Cristo, que é também a NOIVA [uma só] do Cristo? Ou não?
- [Tomados como um conjunto total,] os crentes em Cristo, salvos pela Sua graça, são de fato o CORPO [um só]/ A IGREJA [uma só]/ A NOIVA [uma só] do Cristo?
- Sendo assim, há UM só CORPO, UMA só IGREJA, UMA só NOIVA?


Resposta:
Cada e toda igreja LOCAL (conjunto de verdadeiros salvos dessa dispensação, com mesma doutrina, que se reúne regularmente e corporalmente) é o completo Corpo do Cristo, e é a completa Noiva do Cristo.





Pergunta: E quando Paulo fala da Noiva de Cristo? Porventura não é esta “a Igreja Universal, Hoje, na Terra” “(hoje difusa e invisível, porém mais real e importante, na terra, que qualquer outra coisa)”

H: Irmão, Deus criou a INSTITUIÇÃO da família: um marido liderando, uma esposa coadjutora, filhos sendo amados e treinados, retribuindo com amor e submissão. Mas não há uma família única sobre toda a terra. Cada família é completa em si mesma, independente das outras. Cooperação entre 2 ou mais famílias, pode haver. Amor e comunhão entre famílias pode haver. Mas são famílias diferentes, livres, soberanas, independentes.
Do mesmo modo, cada crente individualmente é a completa habitação do Espírito Santo.
O corpo de cada crente é o Templo do Espírito Santo.
Semelhantemente com a Igreja: Deus criou a INSTITUIÇÃO da igreja: pastores liderando, professores ensinando, ministros servindo, todos aprendendo e servindo e adorando a Deus, todos sendo uma luz, todos evangelizando e ganhando almas para Cristo, todos concordes mesmo nos pontos mais finos de doutrina, com uma mesma mente, sem nenhuma divisão, reunindo-se fisicamente 1 ou mais vezes por semana. Neste sentido, cada igreja local é a completa Noiva de Cristo.






Pergunta: Será que o Cristo é um monstro da mais louca ficção, tendo milhões ou BILHÕES DE CLONES DE SEU CORPOS? (Como há quem considere que um enxame de abelhas é um só animal, com muitos milhares de corpos completos cada um, nas abelhas comuns, nos zangões, e na abelha mãe. Não equivale isto a uma terrível blasfêmia, milhares de "clones" idênticos do corpo do Cristo?)

Resposta: Cada e toda igreja local (conjunto de verdadeiros salvos dessa dispensação, com mesma doutrina, que se reúne regularmente e corporalmente) é o completo Corpo do Cristo, não há problema nenhum nisso, pois:

 
a) Ocorre do mesmo modo espiritualizado pelo qual cada salvo desta presente dispensação é a completa habitação do Espírito Santo
que não sai um segundo dele, sem nesse conceito haver nenhum conflito, sem o Santo Espírito morar partido e dividido em milhões de habitações e com milhões de endereços de residência e domicílio ocupados ao mesmo tempo pelo inteiro Deus Espírito Santo, não sobrando nada dEle fora do crente;

b) e ocorre do mesmo modo espiritualizado pelo qual cada salvo desta dispensação atual é o completo Templo do Espírito Santo que dele não se ausenta nem por um segundo, sem nesse conceito haver nenhum conflito, sem o Santo Espírito estar fragmentado e separado em milhões de templos simultaneamente habitados pelo inteiro Deus Espírito Santo, não sobrando nada fora daquele templo.




Pergunta: Se não há uma “a Igreja Universal, Hoje, na Terra” (difusa e invisível), então podemos concluir que o Cristo tem milhões ou BILHÕES DE NOIVAS (igrejas locais)?
Será que o Cristo é um devasso campeão da poligamia, um sultão campeão em promiscuidade, com um harém de milhões ou bilhões de NOIVAS? (Não equivale isto a uma terrível blasfêmia?)

Resposta: Cada e toda igreja local (conjunto de verdadeiros salvos dessa dispensação, com mesma doutrina, que se reúne regularmente e corporalmente) é a completa Noiva do Cristo, não há problema nenhum nisso, pois:


a) Ocorre do mesmo modo espiritualizado pelo qual cada salvo desta presente dispensação é a completa habitação do Espírito Santo
que não sai um segundo dele, sem nesse conceito haver nenhum conflito, sem o Santo Espírito morar partido e dividido em milhões de habitações e com milhões de endereços de residência e domicílio ocupados ao mesmo tempo pelo inteiro Deus Espírito Santo, não sobrando nada dEle fora do crente;

b) e ocorre do mesmo modo espiritualizado pelo qual cada salvo desta dispensação atual é o completo Templo do Espírito Santo que dele não se ausenta nem por um segundo, sem nesse conceito haver nenhum conflito, sem o Santo Espírito estar fragmentado e separado em milhões de templos simultaneamente habitados pelo inteiro Deus Espírito Santo, não sobrando nada fora daquele templo.




Pergunta: Não posso concordar na “ênfase exagerada” que dão à membresia da igreja local. É como se, se alguém não é membro atuante de uma igreja local, então ela não faz parte da IGREJA/ CORPO/ NOIVA do Cristo! Isto não é Bíblico! Não existe base Bíblica para se sustentar que é indispensável se ser membro atuante de uma igreja local para se ser salvo.
Pense comigo neste exemplo: Se visitamos uma pessoa no hospital que está à beira da morte. Esta pessoa se converte, arrependendo-se de seu pecado e crendo no Senhor Jesus Cristo e na sua obra redentora na cruz. Ou seja, ela é salva biblicamente nos últimos momentos de sua vida física, não havendo tempo nem para o batismo por imersão, e muito menos se unir a uma igreja local como membro! Esta pessoa “crente” então está condenada porque não faz parte de uma IGREJA LOCAL?

Resposta: Concordo 100% consigo, é assim que também penso! Essa pessoa está salva, mesmo jamais tendo tido a possibilidade de se tornar um membro de nenhuma igreja local aqui sobre a terra! (Mas será membro da igreja LOCAL no céu, assim que chegar lá, logo após sua morte)


Pergunta (continuação): Outro exemplo seria se uma pessoa se converte em um culto na igreja local, arrependida de seu pecado, salva Biblicamente, mas no caminho para casa depois do culto é atropelada e morta, sem ser batizada e nem se tornar um membro da igreja local. Esta pessoa não faz parte da IGREJA/CORPO/NOIVA de Cristo?

Resposta: Ela não terá sido um membro de nenhuma igreja local que existe sobre a terra. No entanto, porventura não estará ela, em seu próprio corpo (corpo temporário, entre a morte e a ressurreição, tal como vemos Lázaro (e os anciãos de Ap 4,5,7,11,14,19) com esse corpo no céu, e o rico no inferno) reunida em um local (o céu), juntamente com todos os santos já mortos em todos os tempos? Ela será um membro dessa maravilhosa, inigualável igreja LOCAL, cujo endereço é o terceiro céu! Mas sempre e somente igreja LOCAL, não existe outro tipo de igreja. Se é algo difuso e incapaz de ser visto, se a reunião não é corporalmente, se as reuniões não ocorrem com regularidade, se não há mesmo padrão de doutrina, se não são biblicamente salvos e não são batizados, então não é uma igreja em nenhum sentido, não passa de uma teoria e um mito.



Pergunta: A pessoa é salva (portanto, automaticamente, em inevitável consequência disso, se tornando CORPO/IGREJA/NOIVA do Cristo) ...

Resposta: Talvez aqui esteja a fonte dos aparentes desencontros. O que a Bíblia coloca como inevitavelmente ligado à salvação, como sua causa, é a conversão (com seus dois componentes: bíblico arrependimento e bíblica fé no Cristo da Bíblia); e o que a Bíblia coloca como consequência que nunca falta são a Reconciliação com Deus; a Remissão, o Perdão dos pecados; a Redenção; a Regeneração (o Novo Nascimento); a Imputação da Justiça do Cristo; a União com o Cristo; a Adoção por Deus (Filiação); a Comunhão com Deus; a Justificação; a Santificação; etc.. Nunca a Bíblia iguala o instante da salvação a se tornar membro do Corpo do Cristo, ou pode me mostrar estes versículos? Somente depois da salvação é que o salvo pode ter (ou não) a oportunidade de escolher ser obediente (ou não) e se tornar membro do Corpo do Cristo (igual à Noiva do Cristo), isto é, membro de uma igreja no local onde ele mora. Talvez ele seja desobediente e não se torne membro, mas não deixará de ser salvo por isso.

Pergunta (continuação): ... no instante em que ela reconhece que é pecadora, ou arrepende-se, ou faz confissão pública, ou é batizada, ou se torna membro de uma igreja local? Ou somente depois de todas estas “fases” ou em algum lugar no meio?

Resposta: Vide acima.




Pergunta: Pelo menos quanto aos crentes que agora dormem no Senhor, não são eles, já agora, membros de “a Igreja Universal, Hoje, na Terra”? (ela é hoje distante e não a podemos ver, mas todos nós, crentes, já somos membros dela)

Resposta: Posso assumir que, no céu, eles não estão separados em compartimentos estanques, nem tão distantes que não possam se reunir, mas, sim, todos juntos num mesmo local bem próximo ao Cristo, todos concordes mesmo nos pontos mais finos de doutrina, todos adorando em conjunto, vendo um ao outro... então são uma só igreja LOCAL, no céu!



Pergunta: Por favor, pode apresentar claramente definições sobre a noiva, esposa e a mulher do Cordeiro, palavras usadas por Deus em Apocalipse 21: 9-10?

Resposta:

- A noiva e a esposa do Cordeiro, são a mesma coisa
: o agrupamento físico (a assembleia reunida fisicamente, a congregação reunida de modo a cada um poder ver e tocar o outro) da igreja local totalizada futura.

- A cidade real da real Nova Jerusalém, originada no céu mas já "aterrizada" sobre a terra, é usada no v. 10 como figura de linguagem, para significar todos os seres humanos salvos por crerem e receberem o Cristo na dispensação das igrejas locais, reunidos fisicamente, já com seus corpos glorificados. Por Nova Jerusalém, aqui, devemos entender seus habitantes, os salvos da dispensação das igrejas locais, e não a cidade em si, de ruas de ouro e muros feitos de pedras preciosas.

“9 ¶  E um dos sete anjos (os quais estão tendo as sete taças estando cheias dos últimos sete flagelos)  veio até mim, e falou comigo, dizendo: ‘Vem, eu te mostrarei a noiva, a esposa do Cordeiro.’ 10  E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, proveniente- de- junto- de Deus, descendo proveniente- de- dentro- do céu;” (Ap 21:9-10 LTT)



Pergunta: Por que você teima em não aceitar que “a Igreja Universal, Hoje, na Terra” não é um mito, é real. Veja esses versos do livro de Hebreus ...............

Resposta: Como escrevi na introdução a Hebreus na LTT, estou convicto de que as cartas de Hebreus até Apocalipse só se aplicam direta e plenamente à atual dispensação, das igrejas locais, se e quando têm indisputado apoio das cartas de Paulo desde a dirigida aos Romanos até a dirigida a Filemon:

Hebreus é a primeira das denominadas “epístolas universais” (He-Ap). Estas epístolas, embora, por um lado, tenham muito ensino para os crentes da dispensação das assembleias locais, por outro lado (assim como toda a Escritura Sagrada) nem sempre se referem e aplicam primariamente a eles, pois 
Paulo foi
 o apóstolo para os gentios (Rm 11:13; 1Tm 2:7; 2Tm 1:11), Pedro e os demais apóstolos o foram para os judeus (Gl 2:7,8). E a palavra de Paulo aos hebreus só se harmoniza com isto porque Pedro, como apóstolo dos hebreus, a quem fora dada a chave do reinar dos céus (Mt 16), é que lhe deu o necessário aval, subscrevendo o seu ensino (2Pe 3:15-16). Por essa razão, ainda, é que Paulo, quando, aqui, escreve aos hebreus, não se assume como apóstolo, porque, de fato, ele não era apóstolo dos hebreus, mas dos gentios. 
Portanto:
  
 A) Tudo que foi escrito por Paulo E explicitamente endereçado a uma assembleia local ou a um seu membro (isto inclui Rm- Fm e exclui He, mesmo que escrito por Paulo) aplica-se sempre primária e direta e total e forçosamente, a nós, os salvos pertencentes à dispensação das assembleias locais. E 
  
 B) Todo o restante do Novo Testamento (Mt- At, He- Ap) (embora 100% inspirado verbal e plenária e inerrável e infalivelmente 2Tm 3:16; embora, mesmo que por exemplos e comparações indiretas, tendo sido escrito para nosso ensino Rm 15:4; sendo proveitoso para doutrinar, redarguir, corrigir, e instruir 2Tm 3:16; e contendo muitas e maravilhosas aplicações para a atual dispensação das assembleias) na realidade é primariamente (ou pelo menos em algumas passagens) intencionado e direcionado para:
  
 B.A) O judeu ainda do Velho Testamento (e.g., a mensagem de João, o submersor); ou
  
 B.B) O grupo misto, de antes da diáspora do ano 70, de judeus já salvos e judeus ainda no vestíbulo da salvação (sendo atraídos pelo Cristo mas ainda ligados ao Velho Testamento e ainda não estando realmente nEle) (e.g. He 6, particularmente o v. 6). Note que, se Hebreus sempre se aplicasse 100% a nós, então estaria ensinando que nenhum crente é participante do Cristo e que somente se tornará isto no fim desta vida e se esteve firme até então (3:14); que, se ele perdesse sua salvação, jamais poderia recebê-la de volta (6:1-6); e que, se ele pecar de propósito depois que foi salvo, então não há sacrifício que o livre de queimar eternamente no inferno (10:26-31)! ; ou
  
 B.C) Aqueles judeus que serão salvos durante os 7 anos da Tribulação (e.g. Mt 24-26), ou seus descendentes que serão salvos durante o Milênio,
e
 só se aplica DIRETAMENTE a nós, da dispensação das assembleias, NA MEDIDA EM QUE NÃO CONFLITE com Rm- Fm.
Em particular, o livro de Hebreus algumas vezes se aplica:
  
 B) A uma situação temporária e de TRANSIÇÃO, a um grupo de JUDEUS , de cerca do ano 68 (portanto antes da Diáspora do ano 70), grupo este que parece ser MISTO (contraste 5:12-13 vs. 6:9-11), tendo alguns membros já salvos e pertencentes a esta dispensação, e tendo outros membros ainda no vestíbulo da salvação, isto é, ainda (pelo menos parcialmente) crendo à maneira do Velho Testamento [isto é, já sendo atraídos para o Cristo, mas ainda NÃO realmente estando nEle!]); e/ou
  
 C) Àqueles judeus que serão salvos durante os 7 anos da Tribulação ou no Milênio.
  
 D) William Booth, fundador do Exército da Salvação, dizia “Hebreus é uma epístola de um hebreu escrevendo para hebreus, para que eles deixem de pensar e agir como hebreus.”
Ver nota de rodapé
 [1]

Maiores detalhes sobre DISPENSACIONALISMO no site da Igreja de Quinta do Conde
 (http://www.iqc.pt.vu/):
Ser Dispensacionalista
As Dispensações
Dividindo bem a Palavra da Verdade
Os Princípios e as Dispensações de Deus
A Divisão Mais Importante da Bíblia
Distinções Bíblicas
 
Embaixadores de Cristo
 
Dons Sinais - Milagres
 
O Sábado
 
Os Ensinos de Jesus


(Muito da redação dessa nota preambular resultou de frutuoso diálogo com o irmão Victor Paço, mesmo que eventualmente não concordemos totalmente em alguns detalhes mais finos)


Portanto, por coerência com esta minha convicção que creio ser bíblica, vou ler tudo que o irmão escreveu, mas só considerarei que as citações apresentadas de Hebreus se aplicam à atual dispensação das igrejas locais, se eu puder encontrar citações equivalentes, em Romanos-Filemon.



Pergunta: porventura Heb 12 não prova que já há, hoje, uma “a Igreja Universal, Hoje, na Terra”, difusa, tudo permeando, mais importante que tudo mais?
VS 1 – PORTANTO  (considerando todas razões apresentadas até o 11)nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas
Vs 22 – Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos; à UNIVERSAL ASSEMBLEIA e IGREJA dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e AOS ESPIRITOS DOS JUSTOS APERFEIÇOADOS; E A JESUS, o Mediador.

RESPOSTA: Nada a lhe opor se o entendimento for que essa igreja é FUTURA quanto a todos os que agora vivem sobre a terra, e será LOCAL, a cada reunião dela TODOS os seus membros estarão FISICAMENTE presentes, nem eu nem ninguém já somos membros literais dela. Assim como não chegamos ainda LITERALMENTE a Sião, à Jerusalém Celestial, etc., mas só o chegamos FIGURATIVAMENTE, JUDICIALMENTE, ESPIRITUALMENTE, esperando a realização lieral.
 
Veja, do meu livro:


e) 01 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no  Novo Testamento só tem o 3º sentido, a saber, de igreja local totalizada futura:
He 12:23

A universal assembleia {3831 paneguris} e igreja {1577 "ekklesia" local totalizada futura} dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; (Hebreus 12:23)
{3831 paneguris} era ajuntamento especialíssimo de TODOS os cidadãos de uma cidade (só os cidadãos tinham tal direito, não os forasteiros, servos, escravos), em festiva celebração pública de algo muito grandioso. Notemos que era uma reunião no sentido físico, corporal, literal, real, sobre a terra, e local.
f) 00 (zero!) das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no  Novo Testamento têm sentido de igreja universal - difusa - atual.
A maioria dos autores dos livros de Teologia Sistemática e dos professores de seminários (mesmo clamando ser de linha batista fundamentalista e mesmo pondo maior ênfase nas igrejas locais) admite que sempre houve e há (atualmente, e aqui na terra!) uma tal de "Igreja Universal", difusa, permeando todas as denominações e países e diferençazinhas. Eles definem esta "Igreja Católica (católica significa universal)" como sendo "o corpo místico de Cristo", do qual Ele é a Cabeça viva e todos os regenerados (vivos ou já no Céu) desta dispensação são os membros. Como argumento, alegam:

   1Co 12:12-13 "12 ¶ Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. 13 Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito." Ora, isto é melhor visto como referindo-se à assembleia local tomada como instituição, conceito[portanto, aplicando-se a toda e cada assembleia local], e, também, como referindo-se à assembleia local totalizada futura);

   Ef 1:22-23 22 E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, 23 Que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos. (Efésios 1:22-23) Ora, isto é melhor visto como referindo-se à assembleia local tomada como instituição, conceito (portando, aplicando-se a toda e cada assembleia local), e, também, como referindo-se à assembleia local totalizada futura (local à Nova Jerusalém); e

   Ef 3:4-6 "4 Por isso, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo, 5 O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas; 6 A saber, que os gentios são coherdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo evangelho;" Ora, isto é melhor visto como referindo-se à assembleia local tomada como substantivo abstrato, e, também, como a assembleia local totalizada futura).

Ademais, a maioria dos autores e dos professores escreve coisas lindas, que poderíamos tentar resumir como "Vejam, na realidade há um só oceano abrangendo todo o planeta, e há um só e maravilhoso fundo de oceano, mesmo que nem todos o percebam e vejam como ele é glorioso. Este fundo de oceano aqui se ergue formando uma ilha isolada, ali se ergue formando um pequeno arquipélago, acolá se ergue formando um grande continente, etc. Os habitantes de cada um desses locais talvez não percebam, mas estão todos sobre um mesmo e majestoso lençol de terra que é único e universal. Aleluia! Semelhantemente é com a igreja: há dezenas de denominações, há milhões de assembleias locais, há bilhões de crentes, mas, aleluia, todos formamos uma só “a Igreja Universal, Hoje, na Terra”, o conjunto de todos os crentes sobre a terra, por sua vez parte da conjunto de todos os crentes quer sobre a terra quer já no céu."

Tudo isto leva muitas pessoas a dizerem: "Minha igreja mesmo é a 'a igreja universal, difusa e invisível, aqui na terra', ela é a única que me interessa, eu não preciso ser membro nem ser fiel a nenhuma assembleia local, eu frequento a todas elas sem me amarrar a nenhuma. Abaixo as separações, abaixo as diferenças doutrinárias, sejamos uma só religião, sejamos 'A Igreja'."

Todo este pensar, embora prevalente, é ERRO. É simplesmente contrário ao uso de "ekklesia" em toda literatura, contrário aos dicionários e léxicos do grego, e, muito pior, contrário à Bíblia, pensar-se que há essa tal de "a
Igreja Universal, Hoje, na Terra" englobando os mais "sinceros, dedicados e conservadores" batistas; ou englobando também os mais "sinceros, dedicados e tradicionalistas" reformados (protestantes); envolvendo também todos os pentecostais e todos os evangélicos; envolvendo também os neopentecostais, os pragmatistas, os modernistas e liberais; e infinitamente pior envolvendo também os adventistas de 7o. dia e os católico romanos e os grego ortodoxos, enfim, envolvendo todos os que usam o nome de cristão.

Fazemos nossas as palavras de T.P. Simmons: "No entanto, a imaginária Igreja Universal, invisível, nunca funciona coletivamente. Não realiza cultos, não observa nenhuma ordenança, não envia e não sustenta nenhum missionário. É simplesmente uma colossal não-entidade [uma imaginação, uma não-existência], sem função, sem propósito, e sem razão para existir. É a assembleia local que opera por [e para] Cristo. E é somente a assembleia local que pode corretamente ser chamada o corpo de Cristo."




Pergunta: Por que o apóstolo Paulo, depois que foi batizado por Ananias, ao invés de ficar na igreja de Damasco (ou de organizar uma lá, se ainda não havia) foi para Jerusalém (como que para obter autorização de uma organização superior, um Vaticano reinando sobre todas as igrejinhas locais da terra, uma Igreja Universal)? E, em Jerusalém, Paulo estava orando no Templo e não na igreja dali At 22:17??? Se a igreja englobava o Templo, por acaso não seria universal?

Resposta: Igreja não é edifício, é grupo de crentes submersos e concordes mesmo nos pontos mais finos de doutrina, que se reúne regularmente. Até aquele momento, a igreja local de Jerusalém se reunia no Templo. Mas notemos que este foi um período de transição, logo após a ressurreição do Cristo, quando os crentes ainda eram todos eles oriundos dos judeus, e ainda pregavam somente a judeus. Depois que o judaísmo formal rejeitou os cristãos e os proibiram de entrar no Templo e nas sinagogas, e começou a os perseguir e até matar, foi que os cristãos de Jerusalém começaram a se reunir em casas e em locais afastados do Templo.



Pergunta: De qual igreja Paulo passou a ser membro, depois de ser salvo?

Resposta: De uma “a Igreja Universal, Hoje, na Terra”, abrangendo todos os crentes vivos sobre a terra???? Isso é que não foi onde Paulo se tornou membro.
Igreja é cada grupo local de crentes submersos e concordes mesmo nos pontos mais finos de doutrina, com quem nos reunimos semanalmente para adorar. Dois ou três crentes assim já formam uma igreja, se reúnem-se regularmente, se se organizaram (mesmo que informalmente).

Paulo foi submerso em Damasco, lá já havia cristãos, depois ele pregou lá por algum tempo, portanto eu diria que ele era um membro de lá, houvesse ou não rol de membros registrado em cartório.
Depois ele voltou para Tarso e lá ficou algum tempo, não sei se lá organizou (“fundou”) a “1ª Igreja de Tarso: batista, bíblica, fundamenalista, só-TT”, ou se lá já havia igreja assim e ele se tornou membro dela.
Depois se tornou membro da igreja de Antioquia, finalmente esta o comissionou como seu missionário, e ele pregou, plantou, colheu, submergiu, organizou, edificou, e viu crescer muitas outras igrejas locais iguais.



Pergunta: Em qual igreja o eunuco etíope foi recebido como membro depois do seu batismo pelo diácono Felipe (nem foi pelo pastor) At 8:38

Resposta: O eunuco etíope pregou, plantou, colheu, submergiu, organizou, edificou, e viu crescer pelo menos 1 igreja local, na sua cidade.



Pergunta:   A qual igreja passou o eunuco a pertencer depois de salvo ? À local ? ou à Universal?

Resposta: À local, claro. Como poderia ele adorar todas as semanas reunido com todos os crentes (a) que já estavam na igreja LOCAL que se reúne no céu, e (b) e com todos os crentes de todas as igrejas de todas as cidades de todos os países??? Não há outra igreja senão a local. Dizer que eu em João Pessoa, e um chinês em Pequim, que nunca nos vimos, somos uma igreja difusa e universal, é um despropósito e herança do catolicismo. Mesmo que eu morasse em sua cidade e fosse membro de outra igreja igualzinha à sua, irmão, mesmo assim não seríamos membros da mesma igreja.



Pergunta:  
Se uma pessoa que mora em um lugar inacessível, no interior da Amazônia, ouvir pelo rádio a mensagem do evangelho, e nela crer, sem condição nenhuma de ter uma igreja batista por perto, nem for batizada por nenhum pastor batista, ela é salva?

Resposta: Sim, claro. Mesmo sem ser membro de nenhuma igreja. Como o ladrão na cruz e o eunuco etíope.



Pergunta: A qual igreja ela passa a pertencer? Local ou universal?

Resposta: No presente, não é membro de nenhuma igreja local (a não ser que sua esposa também tenha se convertido, ambos sejam submersos, depois eles se reúnam regularmente para adorarem a Deus).

No futuro, ele e todos nós estaremos constantemente reunidos na “Igreja Totalizada Futura, local à Nova Jerusalém, de doutrina bíblica, portanto batista, fundamentalista, só-TT” totalizando todos os salvos desta dispensação. Mesmo na eternidade, somente a Igreja LOCAL, sempre LOCAL.



Pergunta: Como você vê as metáforas abaixo com relação à igreja? Eu e todos meus professores de seminário sempre as vimos como referentes a “a Igreja Universal, Hoje, na Terra”: 

a) A Noiva do Cristo (2Co 11:2);


Resposta: (como já vimos,) Cada igreja local é a completa Noiva do Cristo, do mesmo modo que (, como já vimos,) cada corpo físico de cada crente é o completo Templo do Espírito Santo.

b) A Família de Deus (I Tm 5:1-2 referência errada?; Ef 2:19)

Resposta:  Sim, todo e cada salvo (de todas as dispensações) é definida e eternamente um membro da família de Deus, e o é individualmente.


c) Ramos da Videira (Jo 15:5).

Resposta: Sim, todo e cada crente desta dispensação das igrejas locais é definida e eternamente um ramo da Videira, e o é individualmente.

d) Lavoura e Edifício de Deus (I Co 3: 9);

Resposta: Sim, todo e cada crente desta dispensação das igrejas locais é definida e eternamente Lavoura de Deus (Ele o plantou e o cultiva e faz frutificar) e Edifício de Deus (Ele lhe deu o fundamento, e o edifica diariamente, até o completar na eternidade), e o é individualmente.

e) Coluna e
Firmeza da Verdade (I Tm 3:15)

Resposta: A primeira metade do verso fala como cada crente individual deve se comportar na sua igreja LOCAL (não faz sentido dizer isso de uma “a Igreja Universal, Hoje, na Terra” onde ele não se reúne regularmente). Portanto, quando a segunda parte do verso se aplica à igreja, é a cada igreja LOCAL. Portanto, é cada igreja LOCAL que é a igreja de Deus, é a coluna e fundamento da verdade.




 
 















Quando dizemos "a família é extremante importante aos olhos de Deus", o substantivo família não está se referindo à família de H.Silva, nem à de X, mas está sendo tomado no sentido de "a INSTITUIÇÃO da família", e isto se aplica a toda e cada família, tomada individualmente, é totalmente verdade em  relação a cada uma delas. Similarmente, a igreja [local] tomada como instituição, conceito (portanto, CADA igreja local, de per si), e a igreja [local] totalizada futura, são o
 corpo do Cristo; cada crente individual, quando ajuntado biblicamente numa igreja local neotestamentária, é um dos membros do corpo do Cristo:

   1Co 12:27
 Ora, vós sois o CORPO DE CRISTO, e seus MEMBROS em particular. ("corpo" aplica-se primariamente à igreja local de Corinto; é somente secundariamente e por extensão que aplicamos a cada igreja local; "membro" aplica-se a cada crente individual.)

  
 
Ef 1:22-23 E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, A qual é O SEU CORPO, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos. ("corpo" aplica-se primariamente à igreja local de Éfeso; é somente secundariamente e por extensão que aplicamos à igreja local totalizada futura e à igreja local tomada como instituição, conceito [portanto, a cada igreja local])

  
 
Ef 4:12 Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do CORPO DE CRISTO; (idem)

  
 
Cl 1:24 Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo SEU CORPO, que é a igreja; ("corpo" aplica-se primariamente à igreja local de Colossos; é somente secundariamente e por extensão que aplicamos à igreja local totalizada futura e à igreja local tomada como instituição, conceito [portanto, a cada igreja local])

   Outros versos: At 9:4 (perseguir a igreja é perseguir o Cristo!); Rm 12:4-5; 1Co 10:16-17; 12:12-13,14,18,21,27-28 (abaixo); Gl 3:28; Ef 2:16; 3:6; 4:4,16; 5:23,24,30; Cl 1:18-24; 2:19-23; 3:15

Meus Deveres como Membro do Corpo do Cristo
 (minha igreja local):
Sendo membro de uma igreja local bíblica, submeta-me eu mais, submeta-me eu total e incondicionalmente à sua Cabeça (o Cristo), pois: a Cabeça e só ela é quem enxerga infinitamente acima, e dentro de mim, e longe; é quem sente o verdadeiro estado do meu coração; ouve o que eu secretamente digo ou penso; fala ensinando e repreendendo e animando; e controla todo o corpo. Haja mais cooperação, haja perfeita cooperação e um (unânime) só pensar e um só (total e sem acepção) amor entre os membros da minha igreja local. Pois temos igual valor, somos co-dependentes, somos conservos do mesmo Senhor.

   1Co 12:12-28 12 ¶ Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. 13 Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. ... 14 Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. ... 18 Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis. ... 21 E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós. ... 27 ¶ Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular. 28 E a uns pós Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.



Hélio de Menezes Silva, 2011.

 


Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de 
http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ 
EclesiologiaEBatistas/ 
retorne a http:// 
solascriptura-tt.org/ )