(leitor, envia cópia para todos os pastores e crentes e grupos yahoo que sejam teus grandes amigos)
 



ARA10 (10a. de uma série de 12 cartas) - Caro pastor, introdutor da bíblia do TC, a ARA (Alexandrina Revisionada e ATUALIZADA), na nossa igreja: Oh,

Quanto a bíblia do TC, a ARA  (Alexandrina Revisionada e ATUALIZADA), que Introduziste, Enfraquece a DOUTRINA DO JEJUM BÍBLICO!





Meu amado irmão, meu dileto filho na fé, meu querido ex-aluno e ovelha, hoje meu estimado pastor Regula Falsi Baptista Alexandrinus, pastor da minha amada Igreja Batista (regular na autorização por [e na reverentíssima submissão a] a Corporação) .

Por favor, para refrescar tua memória e restabelecer o contexto e histórico e razões e princípios envolvidos nesta carta, é indispensável que releias os 7 primeiros parágrafos da introdução da 1a. desta série de 12 cartas que, com todo amor, te alertam e exortam. [Nota de Hélio: ver http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/ARA1-EnfraqueceAnuenciaEHarmoniaAMEM-Helio.htm]. Algumas partes dela:


Estamos em 1960.
... ... ...
Desde seus primeiros dias no Brasil, ... até recentemente, nossa denominação sempre adotou somente a abençoada Bíblia Almeida da família "Corrigida" ... com tradução ... baseada no texto ... que passou a ser conhecido ... pelo nome de Textus Receptus ... . Por mais de 359 anos a partir de 1522 e 1526 (impressões do Novo Testamento por Lutero e por Tyndale, respectivamente), Bíblias fielmente traduzidas a partir do Textus Receptus foram as ÚNICAS adotadas por TODOS os crentes verdadeiros de TODAS as igrejas batistas e reformadas em TODOS os países e em TODAS as línguas, com bênçãos incontáveis e maravilhosíssimas.
 ... ... ...
No ano passado (1959), tu, pastor, recém advindo do seminário ... ... ... moveste intensa campanha até fazer nossa igreja ser a 1a. de nossa denominação, no Brasil, a adotar a ARA (Alexandrina Revisionada e ATUALIZADA). ... ... ...
... ... ...
Somente crentes INfiéis (mesmo se fossem bem vistos e sinceros e inconscientes do pecado que estavam cometendo, e mesmo se fossem bem intencionados) é que poderiam adulterar ou aceitar ser adulterada a Palavra de Deus. E, com toda certeza, mesmo que eles não tivessem consciência disso, o Diabo usaria para seus propósitos esses crentes INfiéis. 
Ora, quando o Diabo atira uma seta, não almeja atingir a si mesmo nem suas hostes, e ele não chuta para tentar fazer "gol contra", e nem atira para tentar se matar. Portanto, sempre que há variantes de um texto da Bíblia, então, para discernirmos qual variante é a verdadeira e quais são as falsas, basta observarmos a direção das setas, dos chutes e das balas. ...
... ... ....
.




**************************************** Início do corpo principal desta 5a. carta, a 5a. exposição de gravíssimos pecados da ARA ****************************************


Amado Pastor Alexandrinus, meu filho na fé:

Sempre acreditei que o melhor modo de aprendermos é unirmos o mais profundo e bíblico estudo teórico com o mais esforçado pô-lo em prática. Por isso, sempre fiz com que os alunos do Instituto Teológico de nossa igreja fizessem essas duas coisas em paralelo, cada semana. Estudavam no Instituto todas as manhãs, à noite liam os melhores livros e faziam os exercícios e provas (sempre me reclamando que eram puxados demais...), mas cada tarde trabalhavam 4 sólidas horas ajudando-me na obra de Deus, quer nos pesados serviços de limpeza de banheiros, capina do mato do terreno e manutenção dos prédios, quer me acompanhando nas visitas aos hospitais e doentes, acompanhando-me nas 20 visitas de evangelismo que nos propúnhamos fazer a cada semana, acompanhando-me nas pregações ao ar livre nas feiras-livres e nas esquinas mais movimentadas, etc. Aos domingos, ensinavam na Escola Bíblica Dominical das crianças e jovens e adultos, sob minha supervisão. Nos 60 dias de férias anuais, iam viver nas favelas e na zona rural, evangelizando aos excluídos e intocáveis, comendo e dormindo mal, andando léguas e léguas a pé, debaixo de sol e chuva. Que bênção, lembras?

Bem, ao ensinares na Escola Bíblica Dominical dos adultos, a meu pedido, por 3 domingos abordaste magistralmente a doutrina do jejum bíblico, corrigindo muitas idéias erradas que alguns membros tinham sobre o assunto, uns pensando que era invenção dos pentecostais, outros que era bom para a saúde, outros que era prova de santidade, etc. Teus estudos foram um dos pontos altos daquele ano, edificaram a todos, foram uma grande bênção para cada um e para a igreja como um todos. Eu gostei tanto de teus estudos que anotei o esboço deles:

 

JEJUM BÍBLICO




ADVERTÊNCIAS SOBRE O JEJUM

Jejuar não salva.
Lc 18:9-14, a oração do publicano versus a do fariseu.


Não se deve jejuar para se exibir.
Mt 6:16-18, a exibicionista oração dos fariseus.


Jejuar não deve ser um ritual religioso.
Lc 18:12


O jejum é inaceitável e sem efeito sem um direto relacionamento com Deus
Is 58:3-9; Zc 7:5-6


O jejum bíblico não deve ser feito por questões de saúde física


Jejuar não é uma prática ascética
Cl 2:20-23; Cl 2:8-16

O jejum é uma parte importante da vida e do ministério cristãos, mas devemos ter cuidado de não pensar que a espiritualidade vem através da punição do corpo e da observação de vários rituais e leis dietéticas. A espiritualidade vem da comunhão- companheirismo com Jesus Cristo.


O jejum não garante que a oração será atendida.
2Sa 12


Jejuar é um assunto pessoal



A IMPORTÂNCIA DE JEJUAR
Juízes 20:26 -- Israel jejuou pela vitória na guerra.
I Samuel 1:6-7 -- Ana jejuou para ter um filho.
I Samuel. 7:6 -- Israel jejuou por [causa de] arrependimento.
1 Samuel. 31:13 -- Os homens de Jabez Gilead jejuaram lamentando por Saul.
2 Samuel. 1:12 -- David e seus homens jejuaram lamentando-se por Saul, Jônatas e os decaídos de Israel.
2 Samuel. 12 -- David jejuou pedindo misericórdia por seu filho [nascido de Bate-Seba].
1 Reis 21:27 -- Acabe jejuou [pedindo] por misericórdia.
2 Crônicas 20:3 -- Jeosafá e Israel jejuaram [pedindo] por ajuda e proteção
Esdras 8:21-23 -- Esdras e o povo jejuaram [pedindo] por ajuda e proteção
Neemias 1:4 -- Neemias jejuou e se lamentou [pedindo] por ajuda a Jerusalém.
Neemias 9:1,2 -- Israel jejuando em lamento e arrependimento.
Ester 4:16 -- Ester e amigos jejuaram [pedindo] por vitória.
Ester 9:3 -- Jejuar é mencionado como tendo tido um papel na vitória.
Salmos 35:13,14 -- Jejuar em oração e lamentação.
Salmos 69: 10,11 -- Jejuar em oração e lamentação.
Isaías 58:6-8 -- O jejum que agrada a Deus.
Jeremias 36:9 -- Israel jejuou [pedindo] por misericórdia.
Joel 1:14; 2:12,15 -- Deus ordenou jejum e arrependimento.
Jonas 3:5 -- Os ninevitas jejuaram em arrependimento [pedindo] por misericórdia.
Daniel 9:3 -- Daniel jejuou [pedindo] por sabedoria.
Mateus 4:2 -- Jesus jejuou quando tentado no deserto.
Mateus 6:17-18 -- Jesus prometeu que o Pai abençoaria o jejum.
Mateus 9:14-15 -- Jesus disse que seus discípulos jejuariam.
Mateus 17:21 -- O jejum é necessário para vencer algumas forças demoníacas.
Marcos 9:29 -- O jejum é necessário para vencer alguns baluartes demoníacos.
Lucas 2:37 -- Jejuar era parte do serviço [prestado por] Ana a Deus.
Atos 13:2 -- O jejum era parte do ministério dos servos [de Cristo] em Antioquia.
Atos 13:3 -- A ordenação [de pastores] era acompanhada por jejum.
Atos 14:23 -- A ordenação [de pastores] era acompanhada por jejum.
1 Coríntios 7:5 -- O jejum e a oração são a única razão adequada para a abstinência no relacionamento conjugal.
2 Coríntios 6:5 -- O jejum foi um modo como Paulo se aprovou como um ministro de Jesus Cristo.
2 Coríntios 11:27 -- Paulo jejuava com freqüência.

Esses exemplos e instruções sobre o jejum não podem ser considerados superficialmente. Sabemos que os exemplos das Escrituras são tão importantes quanto seus comandos diretos.

O jejum de Cristo durante suas tentações no deserto é nosso exemplo, assim como Suas orações durante as tentações no jardim são nossos exemplos. Paulo coloca diante de nós o exemplo de jejum freqüente (2Cor 11:27).


Jejum é um dos modos pelos quais um ministro de Cristo se aprova 2Co 6:4-5


O Senhor Jesus fez uma promessa definida sobre o jejum
Mt 6:17-18


O Senhor Jesus disse muito claramente que Seus discípulos JEJUARIAM após Sua partida da terra.
Mt 9:14-15

Jesus nunca desencorajou o jejum. Ele o praticou e disse a Seus seguidores que o praticassem. Como todos os aspectos da vida espiritual, Cristo corrigiu as falsas idéias e abusos que rodeavam o jejum, mas Ele não o desencorajou nem o tratou como algo menos importante.


Os servos escolhidos de Deus praticaram o jejum através dos séculos
Se o jejum fosse desnecessário ou pouco importante, a melhor parte do povo de Deus se iludiu enormemente em seu pensamento! Observe a mãe de Samuel jejuando enquanto outros festejavam (1Sa 1:6-7).
Observe David, o homem segundo o coração de Deus, jejuando.Observe Esdras, Neemias, Ester e Mardoqueu, o rei Josafá, Daniel, Samuel, Ana, a profetisa, Paulo, todos jejuando.
Observe o Senhor Jesus Cristo, Deus manifesto na carne, jejuando.


Jejuar e orar é a única prática espiritual que pode interferir com o aspecto físico do relacionamento conjugal.
1Co 7:1-5


O jejum é essencial para a quebra de certos baluartes demoníacos.
Mt 17:18-21


QUANDO DEVEMOS JEJUAR?
1. Jejue quando fortemente tentado (Mat 4:2).
2. Jejue quando a sabedoria é ansiosamente desejada (Dan 9:3).
3. Jejue quando a ajuda e a proteção são necessárias (Esd 8:21-23; 2Cro 20:3; Jer 36:9).
4. Jejue quando é desejada a vitória sobre baluartes demoníacos (Mat 17:21; Mar 9:29).
5. Jejue quando é desejada a vitória sobre situações que parecem impossíveis (Est 4:10-17; 9:31; Nee 1:4).
6. Jejue quando algo é ansiosamente desejado de Deus e a resposta não veio só pela oração (Isa. 1:6-7).
7. Jejue quando lamentando por entes queridos ou pela defesa do povo de Deus (2Sa 1:12).
8. Jejue quando novos ministros foram consagrados, e quando os homens saem a proclamar a Palavra de Deus, e contra os inimigos espirituais (Ato 13:2-3; 14:23).
9. Jejue quando envolvido em ministério espiritual (2Co 6:5; 11:27)
10. Jejue durante períodos de arrependimento especial, confissão, e reavivamento (Joel 1:14; 2:12; 2:15; Nee 9:1-2).


POR QUE JEJUAR É IMPORTANTE?

Jejuar é importante por causa das lutas espirituais (Mat 17:21).
Quando jejuamos, não estamos forçando Deus a fazer algo, mas estamos resistindo a forças e baluartes sobrenaturais. Alguém pode dizer: “Por que isto é necessário, se Cristo tem todo o poder”? Não sei a resposta a esta questão, mas sei o que Cristo disse: “Este tipo não vai embora senão por oração e jejum.”


Jejuar demonstra o fervor e desejo do coração (Heb 11:6).

Deus vê o coração dos homens, mas a Bíblia diz que Ele requer evidência clara do desejo dos corações. Jl 2:12; Gn 22:12


Jejuar ajuda a manter o corpo sob sujeição
1Co 9:24-27; 1Sm 2:29


UM JEJUM BÍBLICO DURA QUANTO TEMPO?
Jejuar é assunto da liberdade individual sob a direção do Espírito Santo. Pode ser uma refeição ou várias refeições, conforme a necessidade da hora e a direção de Deus. Romanos 14 fala desse tipo de coisa e diz: “Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente.” (Rm 14:5 ACF)


O QUE É UM JEJUM BÍBLICO?

Novamente, não há diretrizes rígidas sobre jejum. No jejum de 21 dias de Daniel, sabemos que ele não comeu “nenhum pão agradável, nem carne, nem vinho” (Dan 10:3). Aparentemente, Daniel comeu alguma coisa, mas se absteve de comidas agradáveis. Deus não deu instruções específicas sobre jejum porque este é um assunto privado entre um indivíduo e o Senhor. Uma mãe que amamenta, por exemplo, não seria sábia se mantivesse sem alimento por período significativo, porque não somente ela depende desse alimento, mas também seu bebê. Deus prometeu: “Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos.” (Sl 32:8 ACF). Esta preciosa promessa se aplica ao jejum. Quando você deve jejuar? Por quanto tempo? Do que você deve se abster ao jejuar? Deus o guiará pessoalmente e claramente em todas essas coisas se você caminha em parceria com Ele.


Enquanto a Bíblia não descreve cada detalhe sobre o jejum, ela nos dá as seguintes diretrizes básicas, a seguir:


Abstinência de alimento e prazeres físicos normais Dan 10:3; 1Co 7:5


Oração
“Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum.”
Mt 17:21

O jejum bíblico está sempre ligado a uma atenção maior à oração e à comunhão com Deus. O jejum divorciado da oração não é um jejum bíblico.

Confissão de pecados
Dn 9:3-6

Serviço a Deus
Is 58:6-8


Mas, agora, vejamos os pecados que o Texto Crítico e a bíblia ARA, que introduziste na nossa igreja e nossa denominação, no ano passado, perpetram a respeito da Doutrina do Jejum Bíblico. Vejamos as 3 passagens sobre os quais mais te apoiaste e que usaste mais vezes e com mais ênfase nos estudos que apresentaste na nossa Escola Bíblica Dominical quando, antes da influência liberal (disfarçada de pseudo-fundamentalismo) do seminário americano para onde foste (contra meus conselhos), ainda crias e usavas somente a bíblia do TR, legítima descendente da bíblia que saiu da caneta de Almeida, no século 17. Nunca poderias pregar o mesmo sermão com a tua nova Bíblia, que introduziste ano passado. Ela arruinaria teu sermão!






1) Marcos 9:29: 
“E disse-lhes: Esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração E JEJUM.”       (
ARC - 1951, da IBB).

"
Respondeu-lhes: Esta casta não sai de modo algum, salvo à força de oração."       (ARA - 1959).
A ARA, pasma, OMITE a importantíssima arma dada por Deus nas palavras "E JEJUM" !!!

(Como em milhares de vezes, mais uma vez, aqui, a bíblia dos Testemunhas de Jeová e a ARA estão em harmonia OMITINDO as palavras "
E JEJUM", contra a Bíblia IMPRESSA que TODOS os salvos usaram séculos e séculos... Checa com teus próprios olhos, meu amado irmão)

Caríssimo irmão, meu filho na fé, ovelha que pastoreei, agora meu pastor:
A Bíblia é o livro mais odiado pelo Diabo. Ele nunca se esforçou para destruir ou adulterar 1 palavra sequer dos livros não religiosos tais como de Luis de Camões, nem 1 palavra sequer dos livros "sagrados" das falsas religiões tais como o Alcorão. Mas, desde o jardim do Éden, o Inimigo e Pai da Mentira faz tudo para destruir a fé pura e simples na Palavra de Deus. Sim, o primeiro crítico textual descrente foi o Doutor Diabo, quando primeiro cochichou a dúvida "É assim que Deus disse?" ao ouvido de Eva e a induziu a torcer, adicionar, negar e mudar as palavras de Deus (Gn 3:1). Desde o primeiro século da nossa era, usando homens INfiéis (quer ou não estejam eles conscientes de quem os está usando), ele faz tudo para destruir ou enfraquecer ou adulterar a Bíblia (2Ts 2:2). As maiores e piores adulterações da Bíblia foram feitas por falsários ainda nos primeiros séculos, particularmente enquanto alguns apóstolos ainda viviam, mas, pela providência de Deus, os manuscritos gregos adulterados foram recusados pelas enorme maioria das igrejas (antioquienses, valdenses a partir do ano 150, anabatistas em geral, enfim, todas as igrejas ainda fiéis, igrejas perseguidas pelos judeus assassinos e césares assassinos, depois perseguidas pela assassina igreja romanista- papista- mariólatra), foram recusados pelas igrejas da Reforma e da época de Filadélfia, somente sendo aceitas pelas igrejas desavisadas ou infiéis da atual época, de Laodicéia. Se ignorarmos isso e, como os críticos textuais modernos, pensarmos na Bíblia e sua propagação como se ela fosse um livro qualquer, seremos de todos os homens os mais tolos e mais enganados.
Agora, sem tecnicalidades e pseudo-eruditismo intermináveis, responde para ti mesmo, querido irmão: Têm razão os descrentes críticos textuais modernos ao pregarem que, aqui neste verso Marcos 9:29, Deus não colocou o jejum bíblico como poderosa arma de defesa contra o Diabo? Não seria isto abdicar de uma das mais poderosas armas que Deus nos deu? Não seria isso exatamente o que o Diabo faria se realmente é ele o pai da mentira, o enganador, o conspurcador e negador e falsificador da Palavra de Deus? Não seria ele o maior beneficiado e interessado com a omissão ou enfraquecimento da doutrina do jejum bíblico? Não é ele nosso real inimigo, ao invés de carne e sangue (Efé 6:12)? Ou serás tão cego, oh meu amado filho na fé, ao ponto de acreditar que foram crentes "excessivamente" piedosos e fiéis que adulteraram as palavras dos manuscritos originais e adicionaram tão poderosa arma, a qual nunca planejou nos dar?...




2) Atos 10:30-31:

“30 E disse Cornélio: Há quatro dias estava eu EM JEJUM até esta hora, orando em minha casa à hora nona. 31 E eis que diante de mim se apresentou um varão com vestes resplandecentes e disse: Cornélio, a tua oração foi ouvida, e as tuas esmolas estão em memória diante de Deus.”       (ARC - 1951, da IBB).

“30 Respondeu-lhe Cornélio: Faz, hoje, quatro dias que, por volta desta hora, estava eu observando em minha casa a hora nona de oração, e eis que se apresentou diante de mim um varão de vestes resplandecentes 31 e disse: Cornélio, a tua oração foi ouvida, e as tuas esmolas, lembradas na presença de Deus.”       (
ARA - 1959).
Faço os mesmos comentários que fiz em Marcos 9:29, acima.


3) 1Coríntios 7:5:
5 Não vos defraudeis um ao outro, senão talvez de comum acordo por algum tempo, para que fiqueis livres PARA O JEJUM, E para a oração: e tornai a unir-vos de novo, para que vos não tente Satanás por causa da vossa incontinência;
     ARR (Almeida Revista e Reformada), 1948, da TBS (Trinitarian Bible Society)

“Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência."       (ARA - 1959).
Faço os mesmos comentários que fiz em Marcos 9:29, acima, e faço a pergunta: por que será que o Diabo tanto odeia o ensino do jejum bíblico, e tanto quer retirá-lo da Bíblia? (Teu sermão respondia a isto, com tua Bíblia de antes, agora não responde, com tua nova bíblia...)





Há muitos outros versos grave, inaceitavelmente adulterados pelas Bíblias alexandrinas, mas estes bastam: Deus sabe que, depois de ter lido este alerta, você nunca mais poderá dizer: "eu não sabia, nunca fui avisado de nada disto."




**************************************** Final da Exposição ****************************************




Teu irmão em Cristo,

"Valdense Expositor e Advertidor da Silva", pastor
       ("o ancião", teu pai na fé e que sempre tanto te amou e amará em Cristo, teu pastor quando eras menino e adolescente, e hoje uma humilde ovelha do rebanho que pastoreias).
Em 1960.



Esta é a carta número 10, de uma série de 12 (doze) cartas expondo os incontáveis e terrivelmente graves erros introduzidos na ARA, as quais cartas te enviarei, meu caro pastor Alexandrinus.

 


Aqui começa a falar Hélio:

Caro leitor,

Se o teu pastor é honesto, humilde, sincero, tem senso analítico, e prefere examinar tudo e reter o bem, então, ainda que tenha sido submetido a duvidosas influências em seminários, permitirá a leitura desse folheto e ele mesmo terá o desejo de o ler e avaliar com a seriedade que o assunto merece. Senão, teu pastor vai ajuntar-se aos que fogem da questão perseguindo e "pondo em isolamento" os que crêem na perfeita preservação de cada palavra de Deus (inclusive como impressas nas Bíblias da Reforma) e que não aceitam bíblias que omitam ou radicalmente adulterem milhares de suas palavras.

Em edições posteriores, a ARA (Alexandrina Revisionada e ATUALIZADA) ficou mais sutilmente traiçoeira, e, em Mat 17:21 e Mar 9:29, acredito que por razões mercadológica$, colocou entre colchetes [], na traiçoeira convenção que adotou para eles, as palavras referentes à importantíssima arma do jejum bíblico:
 

4) Mateus 17:21:
[Mas esta casta não se expele senão por meio de oração e jejum.]      ARA (edições posteriores a 1959)


2') Marcos 9:29:
"Respondeu-lhes: Esta casta não pode sair senão por meio de oração [e jejum].      ARA (edições posteriores a 1959)
 

COLCHETES sempre semeiam dúvidas quanto à inteireza e a correção da Palavra de Deus.
-- A convenção usada pela editora da ARA equivale a usar COLCHETES como um sinal para semear DÚVIDAS quanto à inteireza e a correção da Palavra de Deus. Podem os eruditos dizer o que quiserem, mas, na prática, a mensagem de cada colchete é: "Olhem, incluímos este trecho aqui nesta bíblia, entre colchetes '
[' e ']', mas o fizemos ardilosamente, somente por questões de marketing, isto é, para podermos faturar vendendo nossas bíblias sem chocar aos que consideramos fanáticos- xiitas ou simplórios- ingênuos. Se tivéssemos a integridade e hombridade de simples e radicalmente omitir tais palavras da bíblia que vendemos, poderíamos sofrer alguma reação, e isto seria ruim para nossos negócios... Mas fique bem claro, para todos nós os sabidos e iluminados (que entendemos o significado dos colchetes), que nós não cremos definitivamente e piamente nestas palavras entre colchetes. Sim, sabemos que tais palavras estão no texto grego impresso a partir do início do século 1500 e usado na Reforma como base para todas as traduções para todas as igrejas 'protestantes' de todos os países e línguas. Sim, sabemos que, em português, a Bíblia da Reforma foi aquela traduzida por Almeida e primeiro publicada em 1681 e 1753. Sim, sabemos que ela e suas fiéis filhas legítimas (suas fiéis atualizações para as mudanças ortográficas e de atualização de uso de algumas poucas palavras da nossa língua), também sempre tiveram estas palavras. Sim, sabemos que estas Bíblias da Reforma têm salvo e abençoado inúmeras vidas... Mas, mesmo assim, escolhemos não seguramente crer que estas palavras foram escritas pela mão de quem escreveu o manuscrito original, escolhemos não seguramente crer que são inspiradas, não seguramente são palavras de Deus. Por isso, adotamos como base da nossa bíblia um texto grego direta ou indiretamente herdeiro daquele que foi pela primeira vez impresso por Westcott e Hort em 1881, e que omite as palavras em questão. Cremos que Deus não quis ou não pode preservar bem a sua Palavra, e, por excesso de piedade, crentes falsários introduziram as palavras que pusemos entre colchetes, portanto cremos que elas são falsificações".
-- Mas eu, Hélio, te pergunto: Achas tu que o Diabo usou copistas infiéis (mesmo como bem intencionados homens que eram inconscientes fantoches das trevas) para inserir, em alguns locais da Bíblia que não a tinham, palavras (como estas entre esses colchetes) que concordam com a sã doutrina expressa em muitos outros locais da Bíblia, isto é, palavras que advertem contra o Diabo e suas táticas e falsos mestres, ou que advertem contra o pecado e o Inferno, ou que defendem e ensinam a divindade de Cristo, ou a necessidade de santidade, ou a necessidade do jejum, ou a necessidade do derramamento e a singularidade do sangue de Cristo, ou a Sua morte vicária, ou Seu nascimento de uma virgem, ou a doutrina da Trindade, ou a perfeita inspiração e perfeita preservação de cada palavra da Bíblia, ou tantas outras preciosíssimas doutrinas bíblicas? Achas tu que Deus andou derrotado por esses "exageros de piedade humana inserida, exageros que fiéis salvos introduziram na Bíblia, que infiéis!", Deus andou derrotado por mais de 18 ou 19 séculos, até que modernos e descrentes críticos textuais descobriram meia dúzia de manuscritos rasurados e corrompidos, e modernos e descrentes eruditos e tradutores vieram resgatar Deus de Sua derrota e restaurar o texto da Sua Palavra escrita, amputando-a ou enfraquecendo-a em todos estes milhares de pontos?!?!?!... Pois eu, pela observação de quem se beneficiaria com tudo isto (o Diabo, claro), e por considerações teológicas sobre a perfeita preservação providencial de cada palavra de Deus continuamente em uso pelas igrejas fiéis, tenho certeza de que, ao contrário, foi Satanás quem usou copistas infiéis (mesmo como bem intencionados homens que eram inconscientes fantoches das trevas) para AMPUTAREM tais palavras, e está usando críticos textuais descrentes, e infiéis tradutores fantoches de tal Adversário, para desavergonhadamente amputarem aquelas palavras ou para lançarem dúvidas sobre elas (através de venenosos colchetes, ou de traiçoeiras notas de rodapé [ou de comentários, ou meios semelhantes] que somente semeiam dúvidas. 
"Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo." (2Co 11:3)

É tempo de despertarmos. Toma 3 Bíblias: uma legítima Almeida (ACF-1995 ou 2007, ou TBS-1948, ou Revista e Corrigida mais antiga e da IBB), uma bíblia dos Testemunhas de Jeová, e a bíblia adotada pelo pastor da tua igreja. Agora, convida teu pastor a, juntamente contigo, gastar 1 hora comparando cada um desses versos acima examinados. Se ele for sincero, aceitará sem problema algum. Se não aceitar, é insincero, e já sabe que o grande pecado da bíblia dele é que ela e a dos Testemunhas de Jeová vêm da mesma fonte corrompida: o Texto Crítico, Westcott-Hort (1881), o alexandrinismo, manuscritos Sinaiticus e Vaticanus, e a Septuaginta. Se ele irar-se furiosamente, pior, estará demonstrando ser o cego que prefere continuar cego. Por que teu pastor não diz, calmamente: "Ah, finalmente você descobriu, minha bíblia tem mesmo muitas semelhanças com a dos Testemunhas de Jeová, e daí? Eu não ligo a mínima importância para isto! Só quero ganhar meu dinheirinho e viver em paz." Se ele tivesse coragem para reconhecer isto, não se iraria nem nos perseguiria.

Maiores detalhes? Ver, em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/, dezenas de artigos tais como:
- 2Mentiras em "Inerrante só nos Originais e no Grego" -- Coats. A inerrância estende-se às cópias tradicionais e às suas traduções fiéis!
- Só o TR é a Pura Palavra de Deus -- Hélio. Livro pequeno, mas informativo. Introdutório, mas também é proveitoso para pastores e professores.
- 283 dos Principais Versos que o TC Corrompeu -- Hélio. Como as abominações do Texto Crítico se refletem nas Bíblias modernas!

Ver também, em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/, dezenas de artigos tais como:
- Choquei-me Com as Palavras das Próprias Bocas de Westcott e Hort - Hélio . Westcott e Hort são os verdadeiros pais das alexandrinas, modernas bíblias e Crítica Textual.
- Comparação De 14 Versões Da Bíblia Em 29 Passagens -- Hélio
- Versões Modernas da Bíblia -- Cloud. Livro. Excelente tanto para os iniciantes como para os pastores e professores. (zipped, 62 Kb)
- A Almeida Atualizada Exposta -- Hélio. Toma amostra de 29 dos milhares de versos adulterados pelo TC e expõe suas abominações teológicas.
- BLH - Apostasia do Tradutor (Robert Bratcher) em suas próprias palavras -- por Cloud -- Trechos
- Expondo os Erros da NVI. Junho 2000 -- Emídio. Folhetão amplamente divulgado e abençoado. Desmascarou a NVI (e outras bíblias TC).
- NVI / NIV / TC -- Porque Continuamos com as Bíblias Tradicionais -- Hélio et al. Livro 70 páginas A4, .doc 687 Kb. Analisa 1602 dos versos onde a Palavra de Deus foi falseada em grego ou no traduzir. RESUME PROVAS DA INFERIORIDADE DO TC/TRADUZIR, EM 86 + 1 NOTAS DE RODAPÉ, usualmente extensas e profundas.

 

Se todas as citações que eu fiz das bíblias são grosseiramente inacuradas ou mentirosas; ou
Se a Bíblia que tua denominação usava nos séculos ... XVI XVII XVIII XIX e primeira metade do século XX não se chocava muito mais contra a dos T.J. que a de hoje; ou
Se a bíblia baseada no Texto Crítico, a qual somente recentemente foi adotada por tua Igreja, não tem nada de semelhante com a bíblia dos Testemunhas de Jeová:

Então por favor prova-me isto (com FATOS finais: comparando textos das bíblias), mostra-me onde errei ou menti, repreende-me publicamente.
Senão, então tem tu garra, toma posição perfeita, Deus te cobrará isto!

 
(Esta carta de hoje estará em http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/ARA10-EnfraqueceDoutrinaJEJUM-Helio.htm .)
 

Hélio de Menezes Silva (parcialmente adaptando valiosa carta enviada por Noemi Andrade Campêlo Ribeiro, e com a valiosa revisão deste artigo pelo irmão Darivan Castro),
2009.



(PS - Ó leitor amante da pureza da Palavra de Deus: rogamos-te que encaminhes este email a todos os grupos de discussão e a todos endereços eletrônicos de crentes que são teus maiores e mais íntimos amigos e em quem mais confias. Depois, rogamos-te que tires 100 ou mais cópias em papel e as dês a quantos dos crentes mais teus amigos íntimos puderes, os irmãos mais íntimos pertencentes à tua e a outras igrejas fiéis. Aprouva a Deus que muitos crentes de língua portuguesa sejam alertados e entendam como e porque, após 1948, as bíblias de suas igrejas  passaram a ser crescentemente semelhantes às dos Testemunhas de Jeová. Depois, que cada um tome sua decisão, mas decisão bem informada, sem desconhecimento desse importante fato.)


[Por que os "altos escalões" dos seminários, da AIBREB - Associação das Igrejas Batistas Regulares do Brasil, e associações estaduais (APIBRE, AIBRECE, etc.) das Igrejas Batistas Regulares, ao invés de estudarem + agradecerem + aprofundarem + divulgarem alertas como este, os temem tanto e tentam a todo custo proibir que se os façam ante todos os membros de suas igrejas batistas regulares?!?! Hélio, 2011]


 



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-Traducoes/ 
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )