(leitor, envia cópia para todos os pastores e crentes e grupos yahoo que sejam teus grandes amigos)
 



ARA7 (7a. de uma série de 12 cartas) - Caro pastor, introdutor da bíblia do TC, a ARA (Alexandrina Revisionada e ATUALIZADA), na nossa igreja: Oh,

Quanto a bíblia do TC, a ARA  (Alexandrina Revisionada e ATUALIZADA), que Introduziste, Enfraquece a DOUTRINA DA TRINDADE!





Meu amado irmão, meu dileto filho na fé, meu querido ex-aluno e ovelha, hoje meu estimado pastor Regula Falsi Baptista Alexandrinus, pastor da minha amada Igreja Batista (regular na autorização por [e na reverentíssima submissão a] a Corporação) .

Por favor, para refrescar tua memória e restabelecer o contexto e histórico e razões e princípios envolvidos nesta carta, é indispensável que releias os 7 primeiros parágrafos da introdução da 1a. desta série de 12 cartas que, com todo amor, te alertam e exortam. [Nota de Hélio: ver http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/ARA1-EnfraqueceAnuenciaEHarmoniaAMEM-Helio.htm]. Algumas partes dela:


Estamos em 1960.
... ... ...
Desde seus primeiros dias no Brasil, ... até recentemente, nossa denominação sempre adotou somente a abençoada Bíblia Almeida da família "Corrigida" ... com tradução ... baseada no texto ... que passou a ser conhecido ... pelo nome de Textus Receptus ... . Por mais de 359 anos a partir de 1522 e 1526 (impressões do Novo Testamento por Lutero e por Tyndale, respectivamente), Bíblias fielmente traduzidas a partir do Textus Receptus foram as ÚNICAS adotadas por TODOS os crentes verdadeiros de TODAS as igrejas batistas e reformadas em TODOS os países e em TODAS as línguas, com bênçãos incontáveis e maravilhosíssimas.
 ... ... ...
No ano passado (1959), tu, pastor, recém advindo do seminário ... ... ... moveste intensa campanha até fazer nossa igreja ser a 1a. de nossa denominação, no Brasil, a adotar a ARA (Alexandrina Revisionada e ATUALIZADA). ... ... ...
... ... ...
Somente crentes INfiéis (mesmo se fossem bem vistos e sinceros e inconscientes do pecado que estavam cometendo, e mesmo se fossem bem intencionados) é que poderiam adulterar ou aceitar ser adulterada a Palavra de Deus. E, com toda certeza, mesmo que eles não tivessem consciência disso, o Diabo usaria para seus propósitos esses crentes INfiéis. 
Ora, quando o Diabo atira uma seta, não almeja atingir a si mesmo nem suas hostes, e ele não chuta para tentar fazer "gol contra", e nem atira para tentar se matar. Portanto, sempre que há variantes de um texto da Bíblia, então, para discernirmos qual variante é a verdadeira e quais são as falsas, basta observarmos a direção das setas, dos chutes e das balas. ...
... ... ....
.




**************************************** Início do corpo principal desta 5a. carta, a 5a. exposição de gravíssimos pecados da ARA ****************************************


Amado Pastor Alexandrinus, meu filho na fé:

Tenho diante dos olhos a tua Bíblia Almeida Revista e Corrigida, da IBB, que me deste de presente quando, em 1955, depois de teres terminado com distinção todos os estudos teológicos que pude te oferecer no Instituto Teológico de nossa própria igreja, partiste para fazer pós-graduação num seminário dos USA (contra meus conselhos, pois eu percebia algum liberalismo e outras graves fraquezas nos missionários americanos e alunos brasileiros que tinham passado por lá).
Nas páginas brancas ao final de tua Bíblia, fizeste excelente lista dos versos chave das principais doutrinas. Entre outras coisas, escreveste:

200+ Versos Chave para provar a DIVINDADE DE CRISTO:

Tem atributos divinos: Onipotência: Mt 28:18; Fp 3:21; Ap 1:8; Mt 8:1-4; Lc 4:39; Mt 8:16-17,28-32; Lc 4:3; Mt 9:9; Jo 17:2; Mt 8:26; Mt 9:1:8; Mt 9:10-17; Lc 7:14-15; 8:54,56; Jo 11:4; Jo 20:31; Mt 9:28. Onisciência: Jo 2:24-25; 16:30; Jo 1:48; Jo 6:70; 13:11; Mt 12:25; Lc 5:22; 6:8; 7:39-40; Mt 9:3-4; Mc 12:34; Jo 4:29. Onipresença Ef 1:23; Mt 18:20; 28:20; Jo 3:13; 14:20. Eternidade Mq 5:2; Jo 1:1; 8:58. Imutabilidade He 13:8. Plenitude da divindade Cl 2:9. Senhor da glória Tg 2:1. Criador do universo Jo 1:1,3. Rei 1Pd 3:22. Perdoa pecados Mc 2:5,10-11. Salva Mt 18:11; Jo 10:28. Recompensa 2Co 5:10. Julga Jo 5:22.
Recebe nomes divinos: Deus Sl 110:1; Is 9:6; Dn 7:13-14; Jo 1:1+3+14; 20:28; Rm 9:5; 1Tm 3:16; Tt 2:13; Sl 45: 6 + Hb 1:8; 1Jo 5:20. Filho de Deus (40 vezes) Mt 16:16-17. O Primeiro e o Último, o Alfa e o Ômega Ap 1:17 (compare Is 41:4; 44:6); Ap 1:8; 22:12-13,15. O Santo At 3:14 (compare Os 11:9). O Senhor At 9:17 (este é o nome de Jeová. Os Ptolomeus e os imperadores romanos só permitiam que esse nome lhes fosse aplicado quando se deixavam endeusar(!), Os 1os. cristãos morriam mas não chamavam os césares nem ninguém de Senhor (!)). Rei dos Reis e Senhor dos Senhores Ap 19:16. “Senhor de Todos” e “Senhor da Glória” At 10:36; 1Co 2:8; He 1:8 (Compare com Sl 24:8-10 e Is 9:6).
Recebe adoração, culto divino. Isto é exclusivo de Deus Mt 4:9-10; At 10:25-26; 12:20-25; 14:14-15; Ap 22:8-9. Pedro não aceitou At 10:25-26 e anjos não aceitaram Ap 22:8-9, mas Cristo aceitou e parece ter encorajado Jo 4:10; 13:13; He 1:6; Lc 2:15; Mt 2:2,11; Mt 8:2; Mt 9:18; Mt 15:25; Mt 20:20; Mc 5:6; Jo 9:38; Jo 20:28; Jo 12:20-21; Mt 14:33; 28:9; Lc 5:8; Lc 23:52.
Deus ordenou adorarmos Cristo Fp 2:10-11; He 1:6; compare Is 45:21-23; Jo 5:22-23.
As primeiras igrejas adoravam e oravam ao Cristo At 7:59; 1Co 1:2; 2Co 12:8-10.
Ele  Mostrou ser Deus: Mc 2:5; Mc 2:27-28; Jo 3:13; 8:58 + Ex 3:14; Jo 10:30; 14:7-9; Mt 26:63; Jo 19:7; Jo 5:2-18.
Tem ofícios divinos: Is 40:28; Jo 1:1-3; Cl 1:15-17; He 1:10; Ap 3:14 // Sl 148:5 cf. Cl 1:16 // Cl 1:17; He 1:3 // Mc 2:5,10-11 (compare Sl 51:4; Lc 7:48-50) // Jo 5:28-29; 6:39,44; Fp 3:21 // Mt 25:31-33; Jo 5:22-23; At 17:31; 2Tm 4:1 // Jo 10:28; 17:2.
O N.T. Lhe atribui afirmações que o V.T. atribui a Jeová: Sl 102:24-27 compare He 1:10-12.   Jr 17:10 compare Ap 2:23.   Is 40:3-4 compare Lc 1:68-69,76.   Is 60:19 compare Lc 2:32.   Is 6:10 compare Jo 12:37-41.   Is 8:13-14 compare 1Pe 2:7-8.   Is 8:12-13 compare 1Pe 3:14-15.   Nu 21:6-7 compare 1Co 10:9.   Sl 23:1 (compare Jo 10:11; 1Pe 5:4; He 13:20-21).   Ez 34:11-12 compare Lc 19:10. A mitológica Septuaginta, cerca de 3800 vezes, traduz “Jeová” pelo Grego “Kurios”, o mesmo “Senhor” que no N.T. é atribuído ao Cristo. No V.T., o termo “Senhor” sempre se refere a Deus; no N.T. se refere ao Cristo.
Seu nome vem junto e é posto no nível do de Deus Pai: Mt 28:19; Jo 14:1,23; 17:3; Rm 1:7; 1Co 12:4-6; 2Co 13:14; Cl 2:2; 1Ts 3:11; Tg 1:1; 2Pe 1:1; Ap 7:10; 5:13.

57 Versos Chave para provar a DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO:

Chamado Deus At 5:3-4. Chamado Senhor 2Co 3:18.
Atributos Divinos: Eternidade He 9: 14. Onipresença Sl 139:7-10. Onipotência Lc1:35. Onisciência 1Co 2:10-11. Verdade 1Jo 5:6. Santidade Lc 11:3. Vida Rm 8:2. Sabedoria Is 40:13
Obras Divinas: Criador Sl 33:6; Jó 33:4; Jó 33: 4; Sl 104: 30. Preservador e restaurador Gn 1:2; Sl 104:29,30; Is 40:7. Transmissor da vida (física e espiritual). Luta com os não regenerados Gn 6:3; Mt 5:13-16, testifica a eles Jo 15:26; At 5:30-32, convence-os do pecado, justiça, e juízo Jo 16:8-11. Regenera Jo 3:3-6; Tt 3:5; Jo 6:63; 1Pd 1:23; Ef 5:25,26; 1Co 2:4 comparar com 1Co 3:6. Batiza todo regenerado no corpo de Cristo Jo 1:32-34; 1Co 12:12-13; At 1:5. Habita todo regenerado 1Co 6:15-19; 3:16; Rm 8:9. Sela todo regenerado Ef 1:13,14; 4:30. Garante a segurança de todo salvo Rm 8:14,16; 1Co 1:22. Cristo realizou seu ministério no poder do Espírito Santo Lc 4:18-19; Is 61:1; Lc 4:14. Ressuscitou pelo poder do Espírito Santo Rm 8:11; Rm 1:4. Autor das Escrituras 2Pe 1:20-21; 2Tm 3:16; 2Pe 3:15-16; Jo 16:13. O intérprete das Escrituras Ef 1:17; 1Co 2:9-14; Jo 16:14-16.
Associado em mesmo nível com o Pai e o Filho: Mat 28: 19; 1Co 12: 4-6; 2Co 13: 13

12 Versos Chave para provar que o ESPÍRITO SANTO É UMA PESSOA, e não uma impessoal força ou influência:

Rm 8:27; 1Co 12:11; Rm 15:30 ; 1Co 12:4-11; At 21:11; João 16:13; At 13:2; He 10:29; Rm 8:16; At 5:3-4; Ef 4:30
É descrito por pronomes pessoais masculinos (coisas somente são referenciadas por pronomes neutros) João 16:13-15

1 Verso Chave para provar a maravilhosa DOUTRINA DA TRINDADE (além da interação dos versos da unicidade de Deus, dos 200+ da divindade de Cristo, e dos 57 da divindade do Espírito Santo) : 1João 5:7.

(Considero este um dos versos mais maravilhosos e importantes de toda a Bíblia, e um dos mais amo. ROUBEM TODOS OS VERSOS DE MINHA BÍBLIA, MENOS ESTE. Nunca renunciarei sequer a 1 letra dele.)

Definição da doutrina da TRINDADE:

Deus é Tri-Uno (3 pessoas em 1 só Deus): Consoantes à Bíblia, cremos em (e adoramos) 1 só DEUS, que em substância e natureza é 1, único, indivisível e sem similar Dt 6:4 (Dt 4:35; Is 43:10; 44:6-8; 45:5-6; 46:9; Mc 10:18; 12:29; Ef 4:4-6; 1Tm 2:5; Tg 2:19. Mas que, ó infinito mistério, é também 3 pessoas (o Pai, o Filho, e o Espírito Santo) eternamente: co-iguais, inter-existentes; inter-constituídas; inter-relacionadas; não separáveis mas não confundíveis; em concorde união e comunhão; as mesmas em substância mas distintas em subsistência.

-No V.T.: a Tri-Uni-Divindade é expressa diretamente Is 48:16; 61:1-2. É insinuada em Sl 2:6-9 (Sl 2:1-9; 45:6-8; 110:1-5; 63:9-10; Zc 2:10-11; AT 13:33); o Espírito Santo é aludido na criação Gn 1:2; o Anjo do SENHOR (Cristofania) é distinguido de Deus e identificado como Ele Gn 22:11-12 (Gn 21:17-18; 16:7-10,13). Deus tem nome plural “Elohim” (com verbo singular, em Gn 1:1, etc.!). O “um” de dt 6:4 é “achad”, que é uma unidade plural em Gn 2:24, nunca a Bíblia usando “yacheed” [o “um” absoluto] para Deus! Ele tem pronomes pessoais plurais Gn 1:26 + Is 40:14 + Gn 1:27 (Gn 1:27; 3:22; 11:7; Ec 12:1; Is 6:8; 54:5).

-No N.T.: A tri-uni-divindade é expressa mais explicitamente 1Jo 5:7 (textos recebidos!). É vista na comissão apostólica Mt 28:19-20; na bênção apostólica 2Co 13:13-14; no batismo de Jesus Mt 3:16-17; no seu ensino Jo 14:16,26 (Jo 16:7-10); no ensino de Paulo 1Co 12:4-6 (At 20:28; Ef 4:4-6). Sumário do N.T.: o Pai é Deus Rm 1:7 (1Pe 1:2; Jo 6:27,44-46; Gl 1:1); o Filho é Deus He 1:8 (Is 9:6; Jo 1:1; Jo 10:28; At 20:28; 1Tm 3:16; Ti 2:13); o Espírito Santo é Deus At 5:3-4 (Hb 9:14).



Então, arrolaste mais de 200 versos da Bíblia fortíssimos no provar a divindade do Cristo; arrolaste 57 versos versos fortíssimos no provar a divindade do Espírito Santo; e há muitas centenas, talvez milhares de versos fortíssimos no provar a divindade do Pai, do mesmo modo que há dezenas de versos fortíssimos no provar a unicidade e indivisibilidade de Deus. Portanto, de tudo isto, está mais que provada, na Bíblia, a doutrina da Trindade, não precisamos de nenhum outro verso. Mas Deus, na Sua soberania, escolheu nos dar exata e somente 1 (um) versículo na Bíblia para provar DIRETAMENTE, EXPLICITAMENTE, a tri-unidade de Deus: 1João 5:7:

“7 Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são UM.
8 E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num.”
ARC - Almeida Revista e Corrigida (1951), IBB (Imprensa Bíblica do Brasil)

Que maravilha! Louvado, glorificado seja Deus por nos ter dado tão maravilhoso verso, que resume, em tão poucas (e DIRETAS, EXPLÍCITAS) palavras, toda a infinita maravilha da doutrina da Trindade, sobejamente estabelecida em toda a Bíblia.
Bem disseste: "Considero este um dos versos mais maravilhosos e importantes de toda a Bíblia, e um dos mais amo. ROUBEM TODOS OS VERSOS DE MINHA BÍBLIA, MENOS ESTE. Nunca renunciarei sequer a 1 letra dele."

Agora, vejamos que é que a bíblia que introduziste na nossa igreja no ano passado, a ARA, faz com este verso.

“7 Pois há três que dão testemunho: 8 O Espírito, a água e o sangue, e os três são unânimes num só propósito.” ARA (1959)

Nota que foi omitido "no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são UM. 8 E três são os que testificam na terra". ! ! ! ! ! ...

Nota que a ARA (1959), aqui, ficou basicamente igualzinha à bíblia dos Testemunhas de Jeová, ambas omitindo totalmente, desta sublime passagem, a doutrina da Trindade: “7 Porque são três os que dão testemunho: 8 o espírito, e a água, e o sangue, e os três estão de acordo.” (bíblia dos Testemunhas de Jeová)



Amado pastor Alexandrinus, meu filho na fé: Não acredito que queiras continuar a usar nenhuma bíblia com tantas semelhanças com (e, às vezes, até pior que) a dos T.J.!... Tenho certeza de que logo a destruirás.

Pastor, não caias tu no infindável tecnicalismo das loucas e descrentes manuscritologia e crítica textual modernas. Responde a ti mesmo e, mais importante, a Deus: Quem seria tão tolo a ponto de acreditar que foram crentes fiéis (!) que pecaram contra Ap 22:18-19 (!) e ADICIONARAM (!) as palavras
"no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são UM. 8 E três são os que testificam na terra", e que Deus foi completamente vencido (!) por esses falsários que alcançaram unânime aceitação por igrejas fiéis (tais como as igrejas dos Valdenses, escondidos nos Alpes Italianos e mortalmente perseguidos desde o século 1** até pouco antes da Reforma), Deus foi completamente vencido durante séculos ininterruptos depois da invenção da Imprensa (quando TODAS as Bíblias de todos os crentes de TODAS as igrejas batistas e reformadas sobre a face de toda a terra tinham em João 5:7-8 as palavras da ARC - Almeida Revista e Corrigida (1951), IBB (Imprensa Bíblica do Brasil)) até que, bem recentemente, deslumbrantes eruditos vieram em socorro de tão fraco e impotente ou insensível Deus? Quem seria tão tolo a ponto de não perceber que a direção da seta da omissão é contra Deus e é muito recente e nunca foi unânime, portanto o que tem que ter havido foi a SUBTRAÇÃO dessas palavras por infiéis a serviço (mesmo que inconsciente) e em benefício do Diabo? Quem não percebe que a ARA é, pelo menos em 1João 5:7-8, muito semelhante à bíblia dos Testemunhas de Jeová? (na realidade, o é nas quase 10.000 palavras que Westcott-Hort amputaram, adicionaram ou adulteraram, contando-se apenas no Novo Testamento.)  A quem darás tua fidelidade, pastor: ao teu orgulho de não voltar atrás, ao teu seminário, aos teus grandiosos professores, à aceitação e segurança financeira da tua denominação, ou só e totalmente a Deus?




**************************************** Final da Exposição ****************************************




Teu irmão em Cristo,

"Valdense Expositor e Advertidor da Silva", pastor
       ("o ancião", teu pai na fé e que sempre tanto te amou e amará em Cristo, teu pastor quando eras menino e adolescente, e hoje uma humilde ovelha do rebanho que pastoreias).
Em 1960.



Esta é a carta número 07, de uma série de 12 (doze) cartas expondo os incontáveis e terrivelmente graves erros introduzidos na ARA, as quais cartas te enviarei, meu caro pastor Alexandrinus.

 


Aqui começa a falar Hélio:

Caro leitor,

Se o teu pastor é honesto, humilde, sincero, tem senso analítico, e prefere examinar tudo e reter o bem, então, ainda que tenha sido submetido a duvidosas influências em seminários, permitirá a leitura desse folheto e ele mesmo terá o desejo de o ler e avaliar com a seriedade que o assunto merece. Senão, teu pastor vai ajuntar-se aos que fogem da questão perseguindo e "pondo em isolamento" os que crêem na perfeita preservação de cada palavra de Deus (inclusive como impressas nas Bíblias da Reforma) e que não aceitam bíblias que omitam ou radicalmente adulterem milhares de suas palavras.





Em edições posteriores, a ARA (Alexandrina Revisionada e ATUALIZADA) ficou mais sutilmente traiçoeira, e colocou "no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são UM" entre colchetes []:

“7 Pois há três que dão testemunho
[no céu: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo; e estes três são um. 8 E três são os que testificam na terra]: o Espírito, a água e o sangue, e os três são unânimes num só propósito.” ARA (edições posteriores a 1959)

NOTA: COLCHETES sempre semeiam dúvidas quanto à inteireza e a correção da Palavra de Deus.
-- A convenção usada pela editora da ARA equivale a usar COLCHETES como um sinal para semear DÚVIDAS quanto à inteireza e a correção da Palavra de Deus. Podem os eruditos dizer o que quiserem, mas, na prática, a mensagem de cada colchete é: "Olhem, incluímos este trecho aqui nesta bíblia, entre colchetes '[' e ']', mas o fizemos ardilosamente, somente por questões de marketing, isto é, para podermos faturar vendendo nossas bíblias sem chocar aos que consideramos fanáticos- xiitas ou simplórios- ingênuos. Se tivéssemos a integridade e hombridade de simples e radicalmente omitir tais palavras da bíblia que vendemos, poderíamos sofrer alguma reação, e isto seria ruim para nossos negócios... Mas fique bem claro, para todos nós os sabidos e iluminados (que entendemos o significado dos colchetes), que não cremos definitivamente e piamente nestas palavras entre colchetes. Sim, sabemos que tais palavras estão no texto grego impresso a partir do início do século 1500 e usado na Reforma como base para todas as traduções para todas as igrejas 'protestantes' de todos os países e línguas. Sim, sabemos que, em português, a Bíblia da Reforma foi aquela traduzida por Almeida e primeiro publicada em 1681 e 1753. Sim, sabemos que ela e suas fiéis filhas legítimas (suas fiéis atualizações para as mudanças ortográficas e de atualização de uso de algumas poucas palavras da nossa língua), também sempre tiveram estas palavras. Sim, sabemos que estas Bíblias da Reforma têm salvo e abençoado inúmeras vidas... Mas, mesmo assim, escolhemos não seguramente crer que estas palavras foram escritas pela mão de quem escreveu o manuscrito original, escolhemos não seguramente crer que são inspiradas, não seguramente são palavras de Deus. Por isso, adotamos como base da nossa bíblia um texto grego direta ou indiretamente herdeiro daquele que foi pela primeira vez impresso por Westcott e Hort em 1881, e que omite as palavras em questão. Cremos que Deus não quis ou não pode preservar bem a sua Palavra, e, por excesso de piedade, crentes falsários introduziram as palavras que pusemos entre colchetes, portanto cremos que elas são falsificações".

-- Mas eu, Hélio, te pergunto: Achas tu que o Diabo usou copistas infiéis (mesmo como bem intencionados homens que eram inconscientes fantoches das trevas) para inserir, em alguns locais da Bíblia que não a tinham, palavras (como estas entre esses colchetes) que concordam com a sã doutrina expressa em muitos outros locais da Bíblia, isto é, palavras que advertem contra o Diabo e suas táticas e falsos mestres, ou que advertem contra o pecado e o Inferno, ou que defendem e ensinam a divindade de Cristo, ou a necessidade de santidade, ou a necessidade do jejum, ou a necessidade do derramamento e a singularidade do sangue de Cristo, ou a Sua morte vicária, ou Seu nascimento de uma virgem, ou a doutrina da Trindade, ou a perfeita inspiração e perfeita preservação de cada palavra da Bíblia, ou tantas outras preciosíssimas doutrinas bíblicas? Achas tu que Deus andou derrotado por esses "exageros de piedade humana inserida, exageros que fiéis salvos introduziram na Bíblia, que infiéis!", Deus andou derrotado por mais de 18 ou 19 séculos, até que modernos e descrentes críticos textuais descobriram meia dúzia de manuscritos rasurados e corrompidos, e modernos e descrentes eruditos e tradutores vieram resgatar Deus de Sua derrota e restaurar o texto da Sua Palavra escrita, amputando-a ou enfraquecendo-a em todos estes milhares de pontos?!?!?!... Pois eu, pela observação de quem se beneficiaria com tudo isto (o Diabo, claro), e por considerações teológicas sobre a perfeita preservação providencial de cada palavra de Deus continuamente em uso pelas igrejas fiéis, tenho certeza de que, ao contrário, foi Satanás quem usou copistas infiéis (mesmo como bem intencionados homens que eram inconscientes fantoches das trevas) para AMPUTAREM tais palavras, e está usando críticos textuais descrentes, e infiéis tradutores fantoches de tal Adversário, para desavergonhadamente amputarem aquelas palavras ou para lançarem dúvidas sobre elas (através de venenosos colchetes, ou de traiçoeiras notas de rodapé [ou de comentários, ou meios semelhantes] que somente semeiam dúvidas. 
"Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo." (2Co 11:3)

É tempo de despertarmos. Toma 3 Bíblias: uma legítima Almeida (ACF-1995 ou 2007, ou TBS-1948, ou Revista e Corrigida mais antiga e da IBB), uma bíblia dos Testemunhas de Jeová, e a bíblia adotada pelo pastor da tua igreja. Agora, convida teu pastor a, juntamente contigo, gastar 1 hora comparando cada um desses versos acima examinados. Se ele for sincero, aceitará sem problema algum. Se não aceitar, é insincero, e já sabe que o grande pecado da bíblia dele é que ela e a dos Testemunhas de Jeová vêm da mesma fonte corrompida: o Texto Crítico, Westcott-Hort (1881), o alexandrinismo, manuscritos Sinaiticus e Vaticanus, e a Septuaginta. Se ele irar-se furiosamente, pior, estará demonstrando ser o cego que prefere continuar cego. Por que teu pastor não diz, calmamente: "Ah, finalmente você descobriu, minha bíblia tem mesmo muitas semelhanças com a dos Testemunhas de Jeová, e daí? Eu não ligo a mínima importância para isto! Só quero ganhar meu dinheirinho e viver em paz." Se ele tivesse coragem para reconhecer isto, não se iraria nem nos perseguiria.

Maiores detalhes? Ver, em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/, dezenas de artigos tais como:
- 2Mentiras em "Inerrante só nos Originais e no Grego" -- Coats. A inerrância estende-se às cópias tradicionais e às suas traduções fiéis!
- Só o TR é a Pura Palavra de Deus -- Hélio. Livro pequeno, mas informativo. Introdutório, mas também é proveitoso para pastores e professores.
- 283 dos Principais Versos que o TC Corrompeu -- Hélio. Como as abominações do Texto Crítico se refletem nas Bíblias modernas!

Ver também, em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/, dezenas de artigos tais como:
- Choquei-me Com as Palavras das Próprias Bocas de Westcott e Hort - Hélio . Westcott e Hort são os verdadeiros pais das alexandrinas, modernas bíblias e Crítica Textual.
- Comparação De 14 Versões Da Bíblia Em 29 Passagens -- Hélio
- Versões Modernas da Bíblia -- Cloud. Livro. Excelente tanto para os iniciantes como para os pastores e professores. (zipped, 62 Kb)
- A Almeida Atualizada Exposta -- Hélio. Toma amostra de 29 dos milhares de versos adulterados pelo TC e expõe suas abominações teológicas.
- BLH - Apostasia do Tradutor (Robert Bratcher) em suas próprias palavras -- por Cloud -- Trechos
- Expondo os Erros da NVI. Junho 2000 -- Emídio. Folhetão amplamente divulgado e abençoado. Desmascarou a NVI (e outras bíblias TC).
- NVI / NIV / TC -- Porque Continuamos com as Bíblias Tradicionais -- Hélio et al. Livro 70 páginas A4, .doc 687 Kb. Analisa 1602 dos versos onde a Palavra de Deus foi falseada em grego ou no traduzir. RESUME PROVAS DA INFERIORIDADE DO TC/TRADUZIR, EM 86 + 1 NOTAS DE RODAPÉ, usualmente extensas e profundas.

Em particular, sobre o assunto de hoje,ofereço este resumo:

5:7-8 "Porque três são os que testificam NO CÉU: O PAI, A PALAVRA, E O ESPÍRITO SANTO; E ESTES TRÊS SÃO UM.   (8) E TRÊS SÃO OS QUE TESTIFICAM NA TERRA: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num."



Alexandrinos + TC
(portanto ARA, NVI, etc)
(através de
enganadores e venenosos colchetes [] ou de enganadoras e venenosas notas de rodapé, similares aos comentários dos Testemunhas de Jeová)
extirpam, aqui, a maior e mais explícita prova da doutrina da Trindade ! ! !

Este é o verso-chave (embora mais atacado e que dá mais trabalho defender) que Deus usa para testar e separar quem crê na mais perfeita preservação através do uso contínuo, pelos fiéis (estes incluem os valdenses, anabatistas, etc.), dos textos que terminaram sendo impressos (a partir de 1516) e, uma vez traduzidos, foram [praticamente?] os únicos usados, incessante e universalmente, por todos os fiéis batistas e protestantes de todo o mundo, em todas as línguas e nações alcançadas, até a recente eclosão do corrompido Texto Crítico.

A passagem é a que mais testa a nossa fé, por não ter a usual maioria esmagadora dos textos gregos.

Mesmo assim, tem fortíssimas evidências:

a) teológicas (óbvias);

b) gramaticais;

***:1ª prova gramatical: Dividamos os dois versos assim:

a)     "[7]  Porque três são os testemunhas [gênero masculino]

b)     no céu:  o Pai [masculino], o Verbo [masculino], e o Espírito Santo; e estes [gênero masculino] três são um.        (omitido no TC)

c)     (  [8] e três são os que testificam na terra:                                (omitido no TC)

d)     o espírito [neutro], e a água [neutro] e o sangue [neutro]);

e)     e estes [gênero masculino] três concordam em o um."  

Se (b) + (c)  (conhecidos como "o Parêntese Joanino") não existissem, teríamos os masculinos de (e) conflitando com os neutros de (d), um absurdo.  (O argumento que, em (d), espírito (neutro) está personalizado e, portanto, pode ser referido por pronome masculino, está furado, vaza água: Note que, no v. 6, mesmo que inegavelmente "personalizado," o Espírito" (neutro) não é referido por pronome masculino). Ademais, os neutros de (d) chocar-se-iam contra o masculino de (a).    Por outro lado, (b) e (c) existindo, é perfeitamente natural que os masculinos de (e) se referem e concordam com os que estão em (b), antes do par de parênteses, e os masculinos de (b) se referem e concordam com aquele de (a).A omissão do Parêntese Joanino no Texto Crítico resultou no mais absurdo e chocante conjunto de erros gramaticais de todos os manuscritos gregos existentes, da Bíblia e de escritores seculares. Isto prova que a omissão não veio do Deus Onisciente.


***: 2ª prova gramatical: . Se (b) e (c) não existissem, teríamos algo sem paralelo em tudo (religioso e secular) que já foi escrito em grego, pois "to hen" ("o um [ponto]", parte de "concordam em o um" ) do v.8 EXIGE um antecedente, que só pode ser encontrado em "estes três são um" (b). Qual é este “UM” do verso 8, se não for o UM formado pelo Pai, o Verbo, e o Espírito Santo, do verso 7 ???...

 


c) lógicas;

***: Se o Parêntese Joanino fosse forjado/ inserido, e devesse ser omitido, a força que o forjador/ inseridor teria procurado viria de dizer frase similar a outra frase bíblica (e.g., "o Pai, o Filho e o Espírito Santo" de Mt 28:19), não de frase sem similar ("o Pai, a Palavra e o Espírito Santo" não aparece em outro local da Bíblia).

 


d) dos 10 manuscritos gregos sobreviventes até hoje;

***: Há 10 minúsculos gregos sobreviventes até nossos dias, assim numerados: manuscrito número 635 (ano 10?? segundo Waite); 110 (11?? e 13??); 88mg (1150), 221mg (12??), 629 (13??), 429mg (13??), 61 (1500), 636mg (14??), 918 (15??); 2473 (16??). Note que praticamente todos os manuscritos sobreviventes de Bíblias em latim, particularmente a antiqüíssima Bíblia dos fidelíssimos Valdenses, tradução feita em cerca do ano 157 d.C., têm o Parêntese Joaninino, e com certeza eles o traduziram a partir de manuscritos gregos, não é? Note que o exército católico romano destruiu pelo fogo os 2 prédios em que ficavam os manuscritos em grego (talvez os originais escritos pelas mãos de João, etc.?) dos Valdenses. Note também que “alguém” fez desaparecer 7 grandes fardos com manuscritos valdenses, de Cambridge, antes de 1823 (mas sobrevivem alguns manuscritos de 1200 – 1400). Tudo isto pode ter destruído centenas de manuscritos gregos muito antigos, com o Parêntese Joanino.

 


e) dos 9 manuscritos gregos existentes nos dias de Erasmo até Stephens, mas não hoje;

***: 9 manuscritos gregos que pessoas perderam, roubaram ou destruíram: 1 manuscrito usado por Erasmo (provavelmente o Codex Britanicus) em 1João 5:7; 1 manuscrito hoje desconhecido (diferente do Codex Ottobonianus), usado pelo Complutensian Polyglott em 1João 5:7 (não foi “destraduzido” do Latim); 7 dos 16 manuscritos usados por Stephens (John Gill também os examinou e atestou o fato de terem o Parêntese Joanino).

 


f) de 4 lecionários;

***: 4 lecionários gregos: manuscrito L60 (ano 1021), manuscrito L173, manuscrito “Apóstolos” (antes de 4??, ver http://www.1john57.com/RJack.htm), e outro manuscrito de lecionário mencionado nos livros de Donald A. Waite.

 


g) de 16 "pais da igreja";

***: 16 "pais" que citaram o texto em foco: Tertuliano (ano 200, cedíssimo!); Cipriano (250); Prisciliano (350); Idacius Clarus (350); Concílio de Cartago (415, em condenação ao arianismo); Varimadum (380); Jerônimo (420); Agostinho (430); Cassiano (435); Vigilius Tapensis (4??); Victor Vita (489); Fulgentius (533); Cassiodoro (500); Pseudo-Vigilius; Pseudo-Atanásio (5??); Ansbert (7??).

 


h) de várias traduções antiqüíssimas;

***: Traduções antiquíssimas incluindo o "Parêntese Joanino":

·         Velha Latina: todos os códices e manuscritos de todas as traduções em Latim Velho, a Vulgata anterior à de Jerônimo (a primeira destas traduções foi feita em torno de 157 DC!). Dos manuscritos sobreviventes, os mais antigos incluindo todo 1João, portanto tendo 1João 5:7, são:

   ?? mss m (anos 3?? até 8??; também chamados Speculum ou Pseudo-Agostinho; 1 dos mss é do ano 550),

   57 mss r (chamados Schlettstadtensis, ano 550),

   Codex Wizanburgensis (ano 750)

   67 mss l (chamados Legionensis, anos 6??),

   64 mss q (chamados Monacensis, anos 6??),

    6 mss c (chamados Colbertinus, anos 11?? a 12??),

    5 mss dem (chamados Demidovianus, anos 12??),

   ?? mss div (chamados Divionensis, anos 12??),

   54 mss p (chamados Perpinianensis, anos 12??).

·         Bíblia dos Valdenses (do Vale de Vaudois, Norte da Itália, aos pés dos Alpes; estes fiéis valdenses preservaram o texto puro, desde cerca do ano 157, até próximo da Reforma! Que prova da maravilhosa providência de Deus!). Roma queimou 2 bibliotecas dos Valdenses e praticamente os exterminou. Fez desaparecer 7 grandes fardos com seus manuscritos, de Cambridge, antes de 1823. Mas sobrevivem alguns manuscritos de 1200 - 1400.

·        Vulgata de Jerônimo (traduzida em 380, seus manuscritos sobreviventes mais antigos são de 800 DC. Tem cerca de 8000 manuscritos sobreviventes. Todos que contêm 1João 5 contêm o Parêntese Joanino).


i) da análise da História;

***: As igrejas da África não perderam tantos livros quanto as gregas, foram muito menos perseguidas. As primeiras igrejas latinas não foram tão afetadas pela heresia Ariana (fonte de muitas heréticas adulterações da Bíblia) quanto as gregas. Portanto, nesta passagem, as primeiras igrejas latinas e africanas são bem mais confiáveis que as demais.

 


j) de (praticamente?) todas as Bíblias da Reforma;

***: Este "praticamente todas as Bíblias da Reforma" se estende por 355 anos, desde Tyndale (1526) até que foi inoculada a English Revised Version em 1881! Para nós, esta é a maior evidência, ou melhor, a evidência definitiva e indiscutível, ante as promessas divinas de preservar a Bíblia perfeitamente (o que implica seu uso incessantemente, pelos fiéis, aqui na terra).

 


k) da contradição da Crítica Textual;

***: O TC as vezes decide tudo com base em uma só testemunha (por exemplo, extirpa Lc 24:40, presente em todos os manuscritos gregos exceto um, do século V). Por que, aqui, despreza totalmente uma tradição ininterrupta e com tão esmagadoras evidências e mais de 62 testemunhas?!... Não será porque, no final das contas, o enfoque do TC é "Em caso de qualquer dúvida, decidamos pelo que menos honre a Deus. Pelo que menos fortaleça a doutrina ortodoxa"?

 

l) de consistência com o estilo bíblico.

***: Os dois versos de 1João 5:7-8 expressa um paralelo, repete um núcleo. É usual que solenes verdades, ainda mais quando apresentadas pela primeira vez e com ênfase, sejam apresentadas em repetições agrupadas. Ver Pv 30; Am 1:3,6,9,13 etc.; as visões do mordomo e do padeiro em Ge 40; a combinação das palavras de Cristo em Mt 12:40; etc., etc., etc.

 




Alguns detalhes sobre tudo isto em http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/1Jo5.7RespostaResumoAPergunta-Helio.htm.

Bem mais detalhes em "The History of the Debate Over 1 John 5:7-8", Michael Maynard, Comma Publications, 444 pags., 1995.






Repito:


Ora, quando o Diabo atira uma seta, não almeja atingir a si mesmo nem suas hostes, e ele não chuta para tentar fazer "gol contra", e nem atira para tentar se matar. Portanto, sempre que há variantes de um texto da Bíblia, então, para discernirmos qual variante é a verdadeira e quais são as falsas, basta observarmos a direção das setas, dos chutes e das balas.

Pastor, não caias tu no infindável tecnicalismo das loucas e descrentes manuscritologia e crítica textual modernas. Responde a ti mesmo e, mais importante, a Deus: Quem seria tão tolo a ponto de acreditar que foram crentes fiéis (!) que pecaram contra Ap 22:18-19 (!) e ADICIONARAM (!) as palavras "no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são UM. 8 E três são os que testificam na terra", e que Deus foi completamente vencido (!) por esses falsários que alcançaram unânime aceitação por igrejas fiéis (tais como as igrejas dos Valdenses, escondidos nos Alpes Italianos e mortalmente perseguidos desde o século 1** até pouco antes da Reforma), Deus foi completamente vencido durante séculos ininterruptos depois da invenção da Imprensa (quando TODAS as Bíblias de todos os crentes de TODAS as igrejas batistas e reformadas sobre a face de toda a terra tinham em João 5:7-8 as palavras da ARC - Almeida Revista e Corrigida (1951), IBB (Imprensa Bíblica do Brasil)) até que, bem recentemente, deslumbrantes eruditos vieram em socorro de tão fraco e impotente ou insensível Deus? Quem seria tão tolo a ponto de não perceber que a direção da seta da omissão é contra Deus e é muito recente e nunca foi unânime, portanto o que tem que ter havido foi a SUBTRAÇÃO dessas palavras por infiéis a serviço (mesmo que inconsciente) e em benefício do Diabo? Quem não percebe que a ARA é, pelo menos em 1João 5:7-8, muito semelhante à bíblia dos Testemunhas de Jeová? (na realidade, o é nas quase 10.000 palavras que Westcott-Hort amputaram, adicionaram ou adulteraram, contando-se apenas no Novo Testamento.)  A quem darás tua fidelidade, pastor: ao teu orgulho de não voltar atrás, ao teu seminário, aos teus grandiosos professores, à aceitação e segurança financeira da tua denominação, ou só e totalmente a Deus?




 

Se todas as citações que eu fiz das bíblias são grosseiramente inacuradas ou mentirosas; ou
Se a Bíblia que tua denominação usava nos séculos ... XVI XVII XVIII XIX e primeira metade do século XX não se chocava muito mais contra a dos T.J. que a de hoje; ou
Se a bíblia baseada no Texto Crítico, a qual somente recentemente foi adotada por tua Igreja, não tem nada de semelhante com a bíblia dos Testemunhas de Jeová:

Então por favor prova-me isto (com FATOS finais: comparando textos das bíblias), mostra-me onde errei ou menti, repreende-me publicamente.
Senão, então tem tu garra, toma posição perfeita, Deus te cobrará isto!

 
(Esta carta de hoje estará em http://www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/ARA7-EnfraqueceDoutrinaTRINDADE-Helio.htm .)
 

Hélio de Menezes Silva (parcialmente adaptando valiosa carta enviada por Noemi Andrade Campêlo Ribeiro, e com a valiosa revisão deste artigo pelo irmão Darivan Castro),
2009.



(PS - Ó leitor amante da pureza da Palavra de Deus: rogamos-te que encaminhes este email a todos os grupos de discussão e a todos endereços eletrônicos de crentes que são teus maiores e mais íntimos amigos e em quem mais confias. Depois, rogamos-te que tires 100 ou mais cópias em papel e as dês a quantos dos crentes mais teus amigos íntimos puderes, os irmãos mais íntimos pertencentes à tua e a outras igrejas fiéis. Aprouva a Deus que muitos crentes de língua portuguesa sejam alertados e entendam como e porque, após 1948, as bíblias de suas igrejas  passaram a ser crescentemente semelhantes às dos Testemunhas de Jeová. Depois, que cada um tome sua decisão, mas decisão bem informada, sem desconhecimento desse importante fato.)



[Por que os "altos escalões" dos seminários, da AIBREB - Associação das Igrejas Batistas Regulares do Brasil, e associações estaduais (APIBRE, AIBRECE, etc.) das Igrejas Batistas Regulares, ao invés de estudarem + agradecerem + aprofundarem + divulgarem alertas como este, os temem tanto e tentam a todo custo proibir que se os façam ante todos os membros de suas igrejas batistas regulares?!?! Hélio, 2011]


 



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de
 http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-Traducoes/ 
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )