Por que Existem Parênteses e Colchetes no Texto Bíblico?

Hélio de Menezes Silva


(Pergunta que me foi feita em 28.12.2013):


RESPOSTA:


Parênteses:

Nos manuscritos em grego e em hebraico usualmente não se escrevia sinais de pontuação, mas é perfeitamente lícito colocá-los quando a tradução sem tais sinais fica quase que incompreensível para nossa maneira de se expressar em português, e quando o muito honesto e imparcial estudo mostra que são corretos, isto é, mostra que refletem com toda honestidade e precisão aquilo que os judeus e gregos entendiam quando liam os originais.

Por exemplo, se a tradução sem pontuação, do grego, fosse

"José o filho de Fernando foi ao mercado lá chegando teve fome comeu depois voltou",

Seria perfeitamente honesto, fiel, preciso e lícito, para se enquadrar com as regras da boa gramática e estilo do português, se introduzir as pontuações abaixo:

"José, o filho de Fernando, foi ao mercado. Lá chegando, teve fome. Comeu. Depois, voltou."


Às vezes, há tantas vírgulas que ficamos confusos e, assim, substituir um par de vírgulas por um par de parênteses é lícito, se e somente se o conteúdo entre eles for uma mera explicação de algo da sentença:


"José (o filho de Fernando) foi ao mercado. Lá chegando, teve fome. Comeu. Depois, voltou."



Colchetes:

a) Algumas raras e antigas Bíblias as usavam de maneira lícita, para indicar que o está entre colchetes não está EXPLICITAMENTE escrito no original, apenas está IMPLÍCITO no original (todo grego entenderia o que está implícito, sem precisar ser escrito).
Por exemplo:
Em grego, somente está explicitamente escrito o equivalente a:

João 4:11 Diz-Lhe a mulher: "Ó Senhor, nada com que tirar Tu tens, e o poço é fundo. De onde, pois, tens a água vivendo?



As Bíblias antigas acrescentavam explicitamente (o que estava implícito em grego), para o português ficar natural, mas tinham a honestidade de colocar entre colchetes, que usavam com a convenção de que o que estava entre eles era algo que os tradutores julgavam implícito em grego e, por exigência do bom português, acrescentaram:

João 4:11 Diz-Lhe a mulher: "Ó Senhor, nada com que [a] tirar Tu tens, e o poço é fundo. De onde, pois, tens a água [que está] vivendo?


Hoje, por honestidade, as Bíblias mais fielmente traduzidas usam ITÁLICAS, para que o leitor saiba precisamente quais foram as exatas palavras de Deus, e quais foram as palavras acrescentadas pelo tradutor para se adaptar à boa gramática e estilo do bom português:

João 4:11 Diz-Lhe a mulher: "Ó Senhor, nada com que a tirar Tu tens, e o poço é fundo. De onde, pois, tens a água que está vivendo?



b) Atualmente, as piores Bíblias usam colchetes para significar que as palavras estão na esmagadora maioria dos manuscritos (particularmente das áreas geográficas das igrejas mais fiéis) mas não estão em alguns poucos manuscritos (particularmente das áreas das igrejas mais infiéis), e os editores preferem acreditar nos poucos e maus manuscritos da igrejas infiéis, e não acreditam que as palavras entre colchetes são palavras de Deus.

Rm 8:1 Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus [que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito].



Irmão: nunca, jamais, em hipótese nenhuma, aceite uma bíblia:


a) que não use itálicas
(nem nenhuma outra convenção) para indicar as palavras que julgaram estar implícitas no original e que acrescentaram no mesmo formato e convenção, como se fossem palavras de Deus, portanto realmente acrescentando a elas (Apoc. 22:18-19). Leia http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/EstudoComparativoBibliasPortugues-RolfJDietz.htm

b) que use colchetes []
com a convenção de que, de alguma forma sutil ou não, põem dúvidas nas palavras entre eles; ou que coloque notas e comentários que façam o mesmo; de um modo ou outro realmente subtraindo da pura Palavra de Deus (Apoc. 22:18-19). Ler
http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/ColchetesNasBiblias-QSignificam-Helio.htm , http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/AlmeidaAtualizadaEhADosBisposCatolicos-Albert-FaltaFigura.htm , http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/RespostaArtigoRenatoDefendendoColchetes.e.BibliasAlexandrinas-Helio.htm .

c) que não seja baseada senão, rigorosamente e exclusivamente, no Textus Receptus (o de Scrivener) e no Texto Massorético (o de Ben Chayyim). Ler
http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/Biblia-PreservPerfeitaOuRestaucInsegura-Helio.htm .

d) que não seja traduzida senão pelo método da mais rigorosa Equivalência FORMAL. Ler
http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/TradutoresTraidores-AlbertEuclidesHelio.htm .


Em português, desde 1681 sempre tivemos uma Bíblia que satisfaz as exigências acima, e tais Bíblias formam a família chamada de "Almeida Corrigida". Atualmente, entre as Bíblias sendo impressas em Português, somente recomendamos a ACF - Almeida Corrigida Fiel (da SBTB - Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil).

Hélio.

 





Só use as duas Bíblias traduzidas rigorosamente por equivalência formal a partir do Textus Receptus (que é a exata impressão das palavras perfeitamente inspiradas e preservadas por Deus), dignas herdeiras das KJB-1611, Almeida-1681, etc.: a ACF-2011 (Almeida Corrigida Fiel) e a LTT (Literal do Texto Tradicional), que v. pode ler e obter em BibliaLTT.org, com ou sem notas).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de
http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-Traducoes/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )