Os Pecadores de 1Cor 6:9-10 são Descrentes ou Crentes?
Estes Perderão a Salvação, ou o que?

(este é um resumo e revisão crítica, feitos por Hélio de M. Silva, do artigo "Does the Vice List in 1 Corinthians 6:9-10 Refer to Believers or to Unbelievers?" (assunto extremamente importante e de tratamento necessário), do Pr. Rene A. Lopez, publicado em "Biblioteca Sacra" [revista trimestral do Dallas Theological Seminary], January-March 2007)



“9 ¶ Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? 10 Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. (1Co 6:9-10 ACF)

9 Ou não tendes sabido que os injustos não herdarão de o direito de reinar de Deus? 10 Não sejais vós enganados- feitos- extraviar: nem os fornicários, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas ativos, nem os furtadores, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os homens vorazes- predadores, herdarão de o direito de reinar de Deus. (1Co 6:9-10 LTT)




Lopez começa listando as várias interpretações para esta importante passagem da Bíblia (1Co 6:9-10):

“Eruditos têm apresentado um número de interpretações para esta passagem. Estes pontos de vista incluem os seguintes:

(a) [visão PERDA DA SALVAÇÃO] Os crentes que cometem estes pecados [ao menos uma vez em suas vidas] perderão sua salvação [a não ser que, antes de morrer, novamente se arrependam e invoquem o nome de Cristo para que Este, novamente, os salve];
(b)
[visão TESTE DA SALVAÇÃO] As pessoas que vivem na [demasiadamente habitual, quase incessante] prática destes pecados [de forma demasiadamente intensa e consciente e intencional] mostram que, antes de tudo, nunca foram [realmente] salvas;
(c)
[visão PERDA DA COMUNHÃO (com Deus)] Os crentes que cometem estes pecados perderão a comunhão [diária, atual] com o Senhor [mas não perderão sua salvação];
(d)
[visão EXCLUSÃO E ATÉ PURGATÓRIO, DURANTE O MILÊNIO] Os crentes que cometem estes [tão grosseiros] pecados não serão admitidos [não entrarão] no [território do] reino [milenar, de Cristo, sobre a terra]   [estarão sendo castigados e purgados durante esses 1000 anos], a despeito do fato de que eles [ainda] terão [note o futuro] a vida eterna [começando apenas depois do Milênio]; e
(e)
[visão PERDA DE RECOMPENSAS E PRIVILÉGIOS] Os crentes que cometem estes pecados perderão as suas recompensas no céu [os ouro, prata, pedras preciosas, ou madeira, feno, palha, de 1Cor 3:12-15, durante o julgamento do Tribunal-Bema de Cristo, preparando para as Bodas do Cordeiro. Julgamento e bodas ocorrerão no céu, enquanto a terra sofre nos 7 anos da septuagésima semana de Daniel] [e na terra] [durante o Milênio, também perderão a honra de reinar com e para Cristo: entrarão no território do reino, mas não tomarão posse das recompensas e privilégios e responsabilidades de ajudar no reinar, que receberiam se tivessem sido fiéis] .

Este artigo [de Lopez] examina estes [cinco] pontos de vista e, então, apresenta uma sexta visão”.
 

Analisemos cada um desses 5 pontos de vista, e, depois, mais 1 ponto de vista, proposto por Lopez.



Quanto ao ponto de vista (a) (“Perda da Salvação”) (característico dos Arminianos), Lopez muito bem o demole e descarta, notando que tal visão não se harmoniza com as muitas e claras (explícitas, incontornáveis) Escrituras (por exemplo, João 10:28-29; Rom 3:21–4:25; 8:17a, 30-39; Efé 1:13-14; 4:30; 1Jo 5:13) que ensinam que aquele que creu de verdade, aquele que creu biblicamente, tem a garantia da sua salvação eterna, ela é imperdível, é incapaz de ser perdida, faça ele o que fizer, haja o que houver. Isto é conhecido como a eterna securidade do crente, somente pela fé, à parte das obras. “Uma vez realmente salvo, sempre salvo.
Vá em
            http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/index.htm
e leia seus artigos, particularmente estes abaixo listados:

1Co5-5 - Salv Perdivel Ou Imperdivel -- Helio
Crente Suicida ou Adultero ou Pecadorzao -- Helio
Uma Vez Salvo Sempre Salvo -- M Jurna
Uma Vez Salvo Sempre Salvo -- S Montgomery
2 Preconhecimentos dos Salvos. 3 Chamamentos -- Hélio.
38 Things that Happen At Salvation - Ream
80 Razões Pelas Quais O Crente Não pode Perder sua Salvação - Dawson.
Are True Christians Eternally Secure? -- Cloud.
Closer Study of Passages Some Use To Teach Loss of Salvation -- Pipers.
a Diferença Entre os Crentes e os Hipócritas - Gardner
É A Salvação Segura E Incapaz De Ser Perdida? - Hélio
Estão Verdadeiros Crentes Eternamente Seguros? -- Cloud-Ingles
the Eternal Security Of The Children Of God. Copiado da FEA -- "The Fundamental Evangelical Association".
Heb 6:1-6 - Can You Really Lose Your Salvation? - Ruckman.
Pode O Crente Perder Sua Salvação? -- Adenauer.
a Seguranca Eterna Dos Filhos De Deus - FEA
Versos De Aparente Perda da Salvaçao [Explicados] - Hélio
22 - Imperdibilidade da Salvação-Provas – Hélio
31 - a Completude da Salvação – Hélio
Análise de 101 versos que não implicam perda de salvação (como muitos erroneamente ensinam ), mas são sobre:

32.A - os Falsos Mestres - Willmington
32.B - os Nunca Salvos - Willmington
32.C - os GalardõesWillmington (compare isto com o ponto de vista (d), de Joey Faust)
32.D - a Usabilidade do Crente - Willmington
32.E- a Disciplina do Crente por Deus - Willmington
32.F - os Frutos - Willmington
32.G - o Crente Confuso com Doutrina - Willmington
32.H - o Pecado Para Morte - Willmington
32.I - o Pecado Imperdoável - Willmington
32.J - os Judeus Na Tribulação - Willmington
32.K - os Gentios em contraste contra Israel - Willmington
32.L - o Testemunho de Assembleias Locais - Willmington
32.M - o Mero Assentimento Intelectual, que nunca salvou - Willmington
32.N - a Destruição de Jerusalém por Nabucodonozor - Willmington
32.O - Assuntos Específicos - Willmington
32.P - o Livro da Vida - Willmington
32.Q - Pessoas Específicas Willmington
33 - [teste e] Convicção, Segurança na Salvação Imperdível e Eterna - Hélio
34 - o Livro da Vida - Hélio

Sempre fico perplexo e indignado-chocado e tristíssimo ao ser lembrado de como os arminianos não notam que Heb 6:4-6 prova que, **SE** salvação, nesta presente dispensação, pudesse ser perdida, então esta perda seria total e definitiva-final, pois ninguém que perdesse a sua salvação, a salvação que já tinha, poderia voltar a ganhá-la. “4 Porque é IMpossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo. 5 E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, 6 E REcaíram, sejam outra vez REnovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, DE NOVO crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério.” (Heb 6:4-6 ACF) (ênfases minhas).



Quanto ao ponto de vista (b) (“Teste da Salvação”) (característico dos Reformados),
Lopez o combate, argumentando que 1Cor 5:9-12 (e 3:1-2, 6:8,18, etc.) dão uma lista idêntica dos pecados mencionados em 1Cor 6, sem indicar um certo grau de duração ou de freqüência ou de intensidade ou de consciência (e/ou grau de dolo) da prática, abaixo da qual não há base para se duvidar da genuinidade da salvação, mas acima de tal grau é certo que o pecador nunca foi realmente salvo:

“9 ¶ Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; 10 Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo. 11 Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais. 12 Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro?” (1Co 5:9-12 ACF) – Comentário: é possível que haja pecadores "grosseiríssimos" dentro de igrejas aceitáveis; alguns deles nunca terão sido salvos, estão apenas tentando enganar a si mesmos e aos outros; mas também é plenamente possível que alguns deles sejam realmente salvos, como o crente incestuoso de 1 Cor 5:1-5.

 “1 ¶ E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo. 2 Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis,” (1Co 3:1-2 ACF)
– Comentário: pode ser que existam crentes "carnalíssimos" dentro de igrejas aceitáveis!!!

 “Mas vós mesmos fazeis a injustiça e fazeis o dano, e isto aos irmãos.” (1Co 6:8 ACF)
– Comentário: os mesmos de acima.

 “Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.” (1Co 6:18 ACF)
– Comentário: Se Paulo exortou os Coríntios verdadeiramente crentes, salvos, a não se prostituírem, então havia (e há) o perigo real disso ocorrer a um verdadeiro crente, salvo.

Lopez também argumenta que não há nenhuma sugestão, na passagem em foco (1Cor 6:9-10), de que Paulo está se dirigindo a meros professantes (pessoas que alegaram com a boca ter fé e salvação, mas que nunca as tiveram realmente nos seus corações e em verdade, em medida nenhuma).

Sempre fico perplexo e indignado-chocado e tristíssimo ao ser lembrado de como muitos calvinistas não notam que o fato de crerem na "Perseverança dos SALVOS" (e não na "Perseverança do SALVADOR"), levá-os a dizer que é 100% segura que cada eleito será salvo, mas não é 100% seguro para ninguém saber se foi eleito ou não: a única maneira prática de discernir quem são os eleitos é se eles forem "aceitavelmente" (mas o que é isto?) fiéis até o fim, é se eles não abandonarem a fé em gênero e grau e duração demasiados (mas o que é isto?); é se eles morrerem "aceitavelmente" (mas o que é isto?) na fé. Ora, assim fazendo, tais calvinistas caem no mesmo pecado de que acusam os arminianos: misturam fé e obras, tomam estas como indispensáveis comprovantes de salvação, tiram os olhos de Deus e Sua graça, e os põem na aflita tarefa de incessantemente examinarem a si próprios, sem jamais poderem ter certeza de que perseverarão até o fim! Repetindo-me, sempre fico perplexo e indignado-chocado e tristíssimo quando me dizem "sim, todos os eleitos têm a salvação garantida, incapaz de ser perdida, mas nem eu nem ninguém podemos ter certeza objetiva de que somos eleitos (portanto, de que somos salvos) antes de chegarmos ao fim de nossa vida no estado de perseverança."



O terceiro ponto de vista (c) (“Perda da Comunhão”) é advogado por R.T. Kendall, que, corretamente, acredita no reino milenar (futuro) escatológico; contudo, interpreta a expressão “reino de Deus” de 1Cor 6:9-10 como sendo o reinar de Deus dentro da alma do crente, isto é, a comunhão de Deus com os crentes, individualmente, hoje, no dia-a-dia.
Lopez corretamente mostra que as mesmas palavras “herdar o reino de Deus”, em outras passagens da Bíblia (1Cor 15:50, Gál 5:21), referem-se a uma herança escatológica.

“E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.” (1Co 15:50 ACF)

 “Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gl 5:21 ACF)

Conseqüentemente, embora certamente a comunhão individual e diária com Deus seja perdida quando o crente peca, este ponto de vista não se encaixa com o contexto da passagem (1Cor 6:9-10).


Eu adiciono as seguintes observações:
No N.T., "reino de Deus"
1) Ocasionalmente, pode ser visto como referindo-se, também e secundariamente, à esfera de salvação: João 3:3, 5; Col 1:13
   (e, provavelmente, Mat 6:33; 19:16,24; 21:43; Mar 4:26,30; 9:47; 10:14,15,17,23,24; 12:31,34; 18:16,17,24,25);
2) Outras vezes, pode ser visto como referindo-se, também e secundariamente, ao soberano domínio de Deus sobre o homem: Luc 11:20;
   (e, provavelmente, Luc 8:10; Atos 20:25; 20:25; 28:23,31; Rom 14:17; 1Cor 4:20; Col 4:11);
3) Mais freqüentemente, refere-se primariamente ao reino escatológico, no Milênio: 2Tim 4:1
  (e, provavelmente, Mar 1:14,15; 4:15; 9:1; 10:25;14:25;15:43; Luc 4:43; 6:20; 7:28; 8:1; 9:2,11,27,60,62; 13:18,20,28,29; 14:15; 16:16; 17:20,21; 18:29; 19:11; 21:31; 22:16,18; 23:51; Atos 1:3; 8:12; 14:22; 1Cor 6:9,10 (abaixo, vou provar que a interpretação correta para esta passagem é a escatológica, o reinar com e para Cristo, no Milênio); 15:50; Gál 5:21 (abaixo, vou provar que a interpretação correta para esta passagem é a escatológica, o reinar com e para Cristo, no Milênio); 2Tes 1:15).

Note que, na ACF e KJV, há 4 versos (1Cor 6:9,10; 15:50 e Gál 5:21) com a expressão "herdar o reino de Deus", e mais 1 verso (Efé 5:5) com uma variante disso. À primeira vista, ficamos em dúvida entre 2 significados possíveis em 3 desses versos (1Cor 6:9-10 e Efé 5:5). Mas, nos 2 outros versos restantes (1Cor 15:50 e Gál 5:21), o sentido aplicável é, claramente, primariamente escatológico e não soteriológico (só é soteriológico secundariamente, como conseqüência do fato de que só participará do reinar quem foi salvo, embora nem todo salvo receberá o prêmio de participar no reinar. Ter sido salvo é condição necessária para participar no reinar, mas não é condição suficiente. Salvação é graça imperdível, participar do reinar é prêmio a ser merecido). Portanto, também devemos interpretar as outras passagens 1Cor 6:9,10 (justamente aqueles versos objeto do presente artigo) e Efé 5:5 como referindo-se primariamente ao reino milenar e não à salvação eterna, nem à comunhão com Deus durante a vida atual (ademais, note os tempos futuros dos verbos). No item (e), abaixo, ver todos esses versos e outros ainda, conforme a "Bíblia LTT Anotada", e ver também as justificativas para as palavras adotadas nesta tradução super-literal e super-formal do TT (o Texto Tradicional, englobando o T. Massorético de Ben Chayyin e o Textus Receptus).




Quanto ao ponto de vista (d) (“Exclusão e até Purgatório, Durante o Milênio”), foi adotado por Joey Faust e ensina que

1) Os crentes que vivem mergulhados nestes "tão grosseiros" pecados não entrarão no território do reino milenar, não serão admitidos como legítimos participantes do reino milenar, o qual é o prêmio reservado somente aos crentes fiéis;
2) Durante todo o Milênio, os crentes desobedientes estarão sofrendo variados graus de punição, no inferno ou em algum outro local de purgação, completamente separados do território do reino; e
3) Somente ao final do Milênio tais crentes desobedientes serão ajuntados aos salvos fiéis para, reunidos todos os crentes de todas as dispensações, estarem durante toda a eternidade na presença de Deus, em pleno gozo inefável de todas as Suas bênçãos.)

Sobre tal ponto de vista, Lopez escreve:

“Segundo este ponto de vista, Paulo [em 1Cor 6:9-10] se referiu aos crentes desobedientes (1Cor 1:11-12; 3:1-9; 4:18; 5:1-5; 6:1- 20; 11:18), os quais não serão admitidos como participantes do reino, mas permanecerão preservados eternamente. [Nota de rodapé, de Lopez: Ver Faust, no seu livro “The RodWill God Spare It?” pág. 72. Os advogados deste ponto de vista corretamente defendem que a vida eterna é um dom gratuito que vem pela fé sozinha. Mas eles adicionam que a admissão no Milênio está baseada em se ter vivido uma vida de obediência. Se tiverem sido carnais, os crentes desobedientes não estarão sobre a terra durante o Milênio. Onde eles estarão? Estranhamente, os advogados deste ponto de vista dizem que os crentes carnais serão banidos para o “hades “no centro da terra.” (“The Rod. ...”, pág. 113). Então, “após o Milênio, os cristãos banidos serão restaurados à bênção infinita e os descrentes perecerão para sempre no Lago do Fogo.” (“The Rod ...”, pág. 113). É notavelmente estranho (e não bíblico) pensar que alguns crentes estarão no hades {sendo castigados} em companhia dos descrentes, por mil anos!]”

“11 Porque a respeito de vós, irmãos meus, me foi comunicado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós. 12 Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo.” (1Co 1:11-12 ACF) – Comentário: há salvos "carnalíssimos", dentro das igrejas.

 “1 ¶ E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo. 2 Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis, 3 Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens? 4 Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; porventura não sois carnais? ....” (1Co 3:1-9 ACF)
– Comentário: idem ao acima.

 “Mas alguns andam ensoberbecidos, como se eu não houvesse de ir ter convosco.” (1Co 4:18 ACF)
– Comentário: idem ao acima.

 “1 ¶ Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem abuse da mulher de seu pai. 2 Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação. 3 Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito, já determinei, como se estivesse presente, que o que tal ato praticou, 4 Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo, 5 Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus.” (1Co 5:1-5 ACF)
– Comentário: idem ao acima. Não sei de nada mais triste na Bíblia: um verdadeiro salvo, imutavelmente salvo, caiu na prática do repulsivo pecado de adulterar (ainda mais com a esposa de seu próprio pai!), por isso foi entregue a Satanás (não qualquer demônio, mas ao príncipe deles, ao mais poderoso e cruel deles!) para destruição (não só enfraquecimento, mas completa destruição!) do seu corpo... Mas nunca, nem sequer por 1 segundo, deixou, nem poderia ter deixado, de ser salvo, imutavelmente salvo! 

1 ¶ Ousa algum de vós, tendo algum negócio contra outro, ir a juízo perante os injustos, e não perante os santos? ... 8 Mas vós mesmos fazeis a injustiça e fazeis o dano, e isto aos irmãos.” (1Co 6:1-8 ACF)
Comentário: “Injustos”, no v. 1, é 3ª pessoa plural e refere-se a DEScrentes. Em contraste, “Vós mesmos fazeis a injustiça e fazeis o dano”, de v.8, é 2ª pessoa plural e refere-se a crentes (muito carnais, mas, mesmo assim, crentes, salvos).

9 ¶ Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? 10 Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. (1Co 6:9-10 ACF)
Comentário: (A) O mais plausível é que estes versos 9-10 tratam de DEScrentes (os “injustos” de v. 9 são terceira pessoa plural e não segunda pessoa plural; e são os mesmos de v. 1) (B) Mas, se vv. 9-10 tratam de crentes do N.T. (isto é, se os injustos de v. 9 forem os crentes carnais, praticantes de injustiça, de v. 8), então notemos que vv. 9 e 10 só permitem concluirmos que aqueles carnais crentes do N.T “não hão de herdar o reino de Deus”. Mas salvação e herança no reinar por Deus não são necessariamente sinônimos. Salvação, céu, e gozo eterno, são diferentes do direito de reinar com e para Deus, no Milênio. Só têm esse direito de reinar com e para Deus aqueles que foram salvos, mas nem todos os salvos terão esse direito de reinar. Explicaremos melhor, mais abaixo.

11 E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus. ... 20 Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” (1Co 6:11-20 ACF)
– Comentário: Entre os crentes podemos encontrar alguns que já tiveram uma vida dos mais chocantes pecados! Sim, mas todos nós, crentes, fomos lavados, foram separados para uso exclusivo por Deus, e fomos justificados por Deus. É por isso que nosso grande dever é glorificar a Deus com todo nosso ser.

 “Porque antes de tudo ouço que, quando vos ajuntais na igreja, há entre vós dissensões; e em parte o creio.” (1Co 11:18 ACF)
– Comentário: há salvos "carnalíssimos", dentro das igrejas.

Leia Barbecued Baptist Toasties ("Torradas de Batistas Churrasqueados"), em http://heresies.landmarkbiblebaptist.net/Faust-1.html , um livro de Herb Evans, com uma excelente refutação do herético livro de Joey Faust, "The Rod – Will God Spare It?" ("A Vara - Irá Deus Faltar em Usá-la?").



Quanto ao ponto de vista (e) {que os crentes desobedientes de 1Cor 6:9-10 não perdem sua imperdível salvação eterna, mas (Oh, que coisa horrível e a se temer!) perdem, no céu (por ocasião do julgamento do Tribunal-Bema de Cristo, em paralelo com a tribulação na terra) os galardões ouro, prata, pedras preciosas, ou madeira, feno, palha, de 1Cor 3:12-15; e perdem, na terra (durante o período em que são admitidos ao reino milenar de Cristo), as mais sublimes honra e alegria imagináveis: as de reinar com e para Cristo!!!}, Lopez lança algumas dúvidas sobre qual (quais) a (as) interpretação (interpretações) que a expressão "herdar o reino de Deus" teria (teriam) no século 1, mas ele não se dá ao trabalho de tentar provar nada. Ademais, argumentos históricos e de tradições sempre são os mais fracos e inconclusivos, pois sempre houve, em paralelo, desde interpretações as mais certas até  interpretações as mais erradas, de todas as doutrinas, e sempre se acha evidências históricas e de tradição para todas as posições mais contraditórias uma da outra. Lopez quase que apenas alega gratuitamente que sua interpretação (f) é melhor, sem realmente desprovar a interpretação (e) nem provar a (f).

Eu acrescento as seguintes observações:

Durante os mil anos do reinar dos céus (isto é, do reinar do Deus triúno, através da 2ª pessoa da Trindade, o Verbo eterno) sobre a terra:

a) O governo será uma teocracia: Dn 7:13-14; Lc 1:32-33.
“13 Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. 14 E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído.” (Dn 7:13-14 ACF)
 “32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33 E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.” (Lc 1:32-33 ACF)

b) Cristo será o único e total rei supremo e real, eternamente governando com poderes absolutos, sobre toda a terra: Mq 4:1-8; Zc 9:10-15; 14:16-17; Lc 1:31-32 (acima).
“.... 3 E julgará entre muitos povos, e castigará nações poderosas e longínquas, e converterão as suas espadas em pás, e as suas lanças em foices; uma nação levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra ...7 E da que coxeava farei um remanescente, e da que tinha sido arrojada para longe, uma nação poderosa; e o SENHOR reinará sobre eles no monte Sião, desde agora e para sempre. 8 ¶ E a ti, ó torre do rebanho, fortaleza da filha de Sião, a ti virá; sim, a ti virá o primeiro domínio, o reino da filha de Jerusalém.” (Mq 4:1-8 ACF)
 “10 E de Efraim destruirei os carros, e de Jerusalém os cavalos; e o arco de guerra será destruído, e ele anunciará paz aos gentios; e o seu domínio se estenderá de mar a mar, e desde o rio até às extremidades da terra. ...” (Zc 9:10-15 ACF)
 “16 ¶ E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, ...(Zc 14:16-17 ACF)

c) Cristo concederá que Davi seja o príncipe regente da Palestina (sob Cristo, claro) Jr 30:9; Ez 37:24-25; Os 3:5.
“Mas servirão ao SENHOR, seu Deus, como também a Davi, seu rei, que lhes levantarei.” (Jr 30:9 ACF)
 “24 E meu servo Davi será rei sobre eles, e todos eles terão um só pastor; e andarão nos meus juízos e guardarão os meus estatutos, e os observarão. 25 E habitarão na terra que dei a meu servo Jacó, em que habitaram vossos pais; e habitarão nela, eles e seus filhos, e os filhos de seus filhos, para sempre, e Davi, meu servo, será seu príncipe eternamente.” (Ez 37:24-25 ACF)
 “Depois tornarão os filhos de Israel, e buscarão ao SENHOR seu Deus, e a Davi, seu rei; e temerão ao SENHOR, e à sua bondade, no fim dos dias.” (Os 3:5 ACF)


d) Nobres e governadores reinarão sob Davi (e todos sob Cristo, claro) Is 32:1; Jr 30:21; Ez 45:8-9.
“Eis que reinará um rei com justiça, e dominarão os príncipes segundo o juízo.” (Is 32:1 ACF)
 “E os seus nobres serão deles; e o seu governador sairá do meio deles, e o farei aproximar, e ele se chegará a mim; pois, quem de si mesmo se empenharia para chegar-se a mim? diz o SENHOR.” (Jr 30:21 ACF)
 “8 E esta terra será a sua possessão em Israel; e os meus príncipes nunca mais oprimirão o meu povo, antes deixarão a terra à casa de Israel, conforme as suas tribos. 9 ¶ Assim diz o Senhor DEUS: Basta já, ó príncipes de Israel; afastai a violência e a assolação e praticai juízo e justiça; tirai as vossas imposições do meu povo, diz o Senhor DEUS.” (Ez 45:8-9 ACF)


e) Os 12 apóstolos estarão sobre 12 tronos, tendo recebido de Deus o prêmio de reinar sobre as 12 tribos de Israel (e todos sob Cristo, claro)  Mt 19:28; 25:31; Is 1:26.
“E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.” (Mt 19:28 ACF)
“E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;” (Mt 25:31 ACF)
“E te restituirei os teus juízes, como foram dantes; e os teus conselheiros, como antigamente; e então te chamarão cidade de justiça, cidade fiel.” (Is 1:26 ACF)


f) Juízes serão constituídos  (todos sob Cristo, claro)  Is 1:26 (acima); Zc 3:7.
 “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Se andares nos meus caminhos, e se observares a minha ordenança, também tu julgarás a minha casa, e também guardarás os meus átrios, e te darei livre acesso entre os que estão aqui.” (Zc 3:7 ACF)

g) Pelo menos alguns dentre os crentes que já ressuscitaram e passaram a ter corpos glorificados
g.a) receberão o sumamente excelso e jubiloso PRÊMIO de reinar sob + com- + para Cristo
(Lc 19:16-19; 1Co 6:2-3; 2Tm 2:12; Ap 5:10; 20:4,6);
g.b) assentar-se-ão com Cristo no Seu trono (Oh, que privilégio!)
Ap 3:21;
g.c) terão responsabilidades individuais e não coletivas
Lc 19:16-19 (Repetido. Ver nota).

    “16 E veio o primeiro, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu dez minas. 17 E ele lhe disse: Bem está, servo bom, porque no mínimo foste fiel, sobre DEZ cidades terás autoridade. 18 E veio o segundo, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu cinco minas. 19 E a este disse também: Sê tu também sobre CINCO cidades.” (Lc 19:16-19 ACF)
    “Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas? Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?” (1Co 6:2-3 ACF)
    “Se sofrermos, também com ele REINAREMOS; se o negarmos, também ele nos negará;” (2Tm 2:12 ACF)
    “E para o nosso Deus os fizeste REIS e sacerdotes; e eles REINARÃO sobre a terra.” (Ap 5:10 ACF)
    “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e REINARAM com Cristo durante mil anos ... Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e REINARÃO com ele mil anos.” (Ap 20:4-6 ACF)
   NOTA REFERENTE À PARÁBOLA DE LUC 19:11-27, sobre o reino de DEUS: O tempo é enquanto o nobre (tipificando Cristo) parte para uma terra remota (tipificando os gentios) a fim de tomar para si um reino (tipificando a assembleia local totalizada futura) e voltar depois. Portanto, a parábola se refere a judeus que se converteriam durante o período das assembleias locais, notando-se que há judeus que se revoltariam e mandariam dizer ao nobre que não o querem receber de volta como rei; mas haveria 10 servos (tipificando judeus convertidos pela pregação do Evangelho) que receberiam, cada um, a mesma coisa, 1 mina, para se ocuparem em realizar o máximo que puderem, com ela. Um deles ganharia 10 minas, dobraria o que recebeu, seria elogiado pelo seu senhor e receberia o prêmio de ficar sobre 10 cidades; outro deles ganharia 5 minas, dobraria o que recebeu, seria elogiado pelo seu senhor com as mesmíssimas doces palavras do primeiro servo, e receberia o prêmio de ficar sobre 5 cidades; e outro, enfim, seria preguiçoso e inoperante, esconderia a única mina que recebeu, não produziria nem ganharia nada com ela, e falsamente acusaria seu senhor de ser injusto e mau e severo demais. O senhor o repreenderia severamente e o julgaria na linha das suas mentiras e acusações, mandaria que sua mina fosse tirada e dada ao servo mais operoso que tinha ganho 10 minas.O mau servo não receberia nenhuma cidade para ficar sobre ela, não receberia nenhum prêmio, ficaria sem nenhum privilégio de responsabilidade, que tristeza e vergonha! Quanto aos concidadãos que tinham se rebelado (tipificando os judeus rebeldes), o senhor os mandaria matar.
Note que esta parábola difere muito daquela de Mat 25:14-30, que contrasta a verdadeira vs falsa conversão de JUDEUS durante a TRIBULAÇÃO/ MILÊNIO. Do seu começo ao seu fim, esta parábola é sobre algo que ocorrerá na Tribulação (onde a fé tem que ser comprovada com obras e perseverança)/ Milênio (onde fé não será possível, uma vez que "é a prova das coisas que se NÃO VÊEM", Heb 11:1, mas então todos verão que Cristo é o Deus e é o Rei, portanto não será necessário fé para isso). Quer na Tribulação ou no Milênio, obras de obediência, de todo o coração, comprobatórias da fé, são necessárias para a própria salvação, por isso o servo desobediente será condenado eternamente, sem segunda-chance.

Eu acrescento também uma observação sobre o significado da palavra grega BASILEIA (traduzida por "reino" em quase todas as Bíblias, sob o risco de ser mal compreendida por muitas pessoas), retirado do dicionário de grego que vem embutido em Online Bible:

932 basileia 
1) Poder de reinar, o reinar, o dominar, o governar

1a) Não deve ser confundido com um reino [isto é, um território] real, mas, sim, deve ser entendido como [o exercício de] o direito ou autoridade de governar sobre um reino;
1b) O régio poder [isto é, o poder de rei, o poder de reinar] de Jesus como o triunfante Messias;
1c) O régio poder e dignidade conferida aos crentes em Cristo, no reinar do Messias;

2) Um reino, o território que fica sujeito ao governar de um rei 
3) Usado no Novo Testamento em referência ao reinar do Messias.


A seguir, eu reproduzo aqui alguns dos versos da "Bíblia LTT [Literal do Texto Tradicional], Anotada", http://br.geocities.com/lttanotada/, que contêm o verbo "herdar" ou o substantivo "herança", juntamente com a expressão "reinar de Deus". Note como o correto entendimento de "basileia" como "exercício do direito ou autoridade de governar (ou ajudar a governar) sobre um reino" casa muito melhor com tais versos do que o errôneo entendimento de "basileia" como "entrada no território de um reino, sem implicar nenhum gozo na responsabilidade de trabalhar para auxiliar no reinar do rei":

Herdar (qualquer declinação) de o direito de reinar de Deus:
   9 Ou não tendes sabido que os injustos NÃO HERDARÃO de O direito de REINAR DE DEUS?
10 Não sejais vós enganados- feitos- extraviar: nem os fornicários, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas ativos, nem os furtadores, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os homens vorazes- predadores, HERDARÃO de O direito de REINAR DE DEUS. (1Cor 6:9-10 LTT)
   E digo isto, ó irmãos: Que a carne e o sangue não podem HERDAR de O direito de REINAR DE DEUS, nem a corrupção herda a incorruptibilidade. (1Cor 15:50 LTT)
   Invejas, homicídios, bebedices, folias próprias do álcool, e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais vos declaro de antemão, como também antes vos disse, que aqueles que estão cometendo tais coisas NÃO HERDARÃO de O direito de REINAR DE DEUS.
(Gál 5:21 LTT)

Herança no direito de
reinar que é do Cristo e de Deus
   Porque bem estais sabendo isto: que nenhum fornicário, ou impuro, ou avarento (o qual é idólatra), TEM
(nenhuma) HERANÇA NO direito de REINAR que é DO CRISTO E DE DEUS. (Efé 5:5 LTT)
 
Direito ou autoridade de reinar sobre um reino
   Então o Rei dirá aos que estiverem à Sua direita: 'Aqueles tendo sido benditos do Meu Pai, vinde, POSSUÍ POR HERANÇA O direito de REINAR tendo-vos sido preparado desde a fundação do mundo. (Mat 25:34 LTT)
   Ouvi, ó amados irmãos meus: porventura não escolheu Deus os pobres deste mundo para serem ricos na fé e HERDEIROS DO direito de REINAR que Ele prometeu àqueles que O estão amando? (Tia 2:5 LTT)
 

Finalmente, eu relembro que desde o Velho Testamento Deus tem dado aos Seus fiéis a promessa de virem a ter, no Milênio, o gozo de cooperarem com o Rei Seu Filho, recebendo uma parte no direito e autoridade de reinar com e para Ele:

“E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.” (Dn 7:27 ACF)
 

Procure bem todas as centenas ou milhares de ocorrências, no Velho e no Novo Testamento, de expressões relacionadas com promessas do crente fiel e também relacionadas com o reinar de Deus ou do Cristo ou dos céus, e você verá que todas elas se harmonizam perfeitamente com o correto entendimento de "basileia" (em grego) ou de "04438 malkuwth" (em hebraico) ou de "04437 malkuw" (em aramaico) como "o exercício do direito ou autoridade de governar (ou ajudar a governar) sobre um reino", e nenhuma das centenas ou milhares de ocorrências proíbe este entendimento e exige outro.





E qual é a solução (f) de Lopez? Qual é a solução dele para o problema de 1Cor 6:9-10?
(f) visão VIVEI COMO SANTOS (QUE SOIS):

Lopez ensina que os versos de 1Cor 6:9-10 primariamente referem-se a descrentes, e nisto ele está certo, pois o capítulo começa censurando os Coríntios que iam a juízes INJUSTOS (verso 1) para estes resolverem demandas entre os crentes; portanto, o verso 9, ao usar a palavra INJUSTOS, continua e reforça tal censura, lembrando aos crentes que tais injustos não serão salvos nem terão parte no reinar de Cristo no Milênio. Mas Lopez vai além e defende, em grande parte de seu artigo, que os versos 9-10 também se constituem numa “EXORTAÇÃO” a crentes. Ora, lembremos, em consulta a dicionários de grego e de português, que uma exortação consiste de palavras que fortemente encorajam, fortemente dão ânimo, fortemente incitam e encorajam, buscam persuadir a que, imediata e totalmente, tomemos todas as ações necessárias e aconselhadas quanto a algum assunto, não sendo implicada nenhuma possível punição para não atendimento à exortação. Assim, Lopez defende que, quanto aos crentes, 1Cor 6:9-10 é somente uma exortação, e esta exortação é para que eles realmente vivam como santos, realmente vivam de forma coerente com a inabalável posição de salvos que já têm assegurada. O fato de Paulo mencionar que os descrentes não receberão herança no direito de reinar com e para Cristo, no Milênio (na realidade nem mesmo serão salvos), teria o fim de lembrar aos crentes o destino de todos aqueles descrentes, de modo que isto choque e acorde os crentes, para que todos estes realmente vivam como crentes que são. Lopez não vê 1Cor 6:9-10 como uma [ameaçadora] ADVERTÊNCIA a crentes (aviso de que severa punição por minhas más ações ocorrerá iminentemente, a não ser que eu imediata e completamente aja de modo a corrigir minhas más ações e afastar tal severa punição.).

Lopez escreveu

.vários comentaristas [erroneamente] sugerem que o ponto importante que Paulo quer ensinar em 1Cor 6:9-10 poderia ser sumariado nesta maneira: ‘Vocês estão fazendo o que é mal. Ora, aqueles [os descrentes] que vivem na prática do mal não herdarão o reino de Deus. Conseqüentemente, vocês não herdarão o reino [a não ser que se arrependam e abandonem a prática do mal e passem a viver como santos] .
Entretanto, como está sendo proposto aqui
[nesse artigo], Paulo deu [aos crentes] uma [animadora] EXORTAÇÃO, não uma [ameaçadora] ADVERTÊNCIA. É como se [Paulo] estivesse escrevendo 'Vocês está procedendo erradamente. Aqueles que praticam o mal não herdarão o reino de Deus. Mas (posicionalmente) vocês não são daqueles que vivem na prática do mal (posicionalmente) [Portanto, ajam em coerência com o destino eterno assegurado a vocês. Que o agir de vocês reflita a [inabalável] posição e destino eternos, que vocês têm assegurados]. As palavras de Paulo foram uma manobra de [mera] retórica… [ênfase minha].


 





E qual é o ponto de vista de Hélio sobre tudo isso?
Concordo com as críticas de Lopez aos pontos de vista (a,b,c,d). Mas mantenho que a posição (f) de Lopez, advogando que os versos de 1Co 6:9-10 são mera "retórica", está evidentemente errada. Não quero (e confio que não preciso) me alongar, mas Lopez basicamente parte do princípio que "1Cor 6:9-10 NÃO pode ser interpretada literalmente" [também dispensacionalmente, claro], e eu ergo bem alto a observação de que a desculpa de dizer “isto tem que ter sido somente uma manobra de retórica” é usada por todas as seitas, para se verem livres de todos os versos que condenam seus erros ... .

Então, minha posição é a posição (e), bastante mais moderada que a (d) de Joey Faust (o qual prega que crentes da dispensação das igrejas e que não forem "suficientemente" [mas onde fica este ponto de corte???] fiéis irão para uma espécie de PURGATÓRIO, onde serão horrivelmente punidos durante todo o Milênio. Isto tudo é uma grave heresia, um ensino sem clara base bíblica e que viola frontalmente promessas tais como as de Jo 8:32,36; 5:24; Rm 8:2; 5:1,2; Fp 1:21,23; 2Co 5:8; 1Jo 1:9; 2:1; Ap 14:13; e muitas outras).
      “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (Jo 8:32 ACF)
      “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (Jo 8:36 ACF)
      “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.” (Jo 5:24 ACF)
      “Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.” (Rm 8:2 ACF)
      “1 ¶ Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; 2 Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.” (Rm 5:1-2 ACF)
      “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é GANHO.” (Fp 1:21 ACF)
      “Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor.” (Fp 1:23 ACF)
      “Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor.” (2Co 5:8 ACF)
      “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” (1Jo 1:9 ACF)
     “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” (1Jo 2:1 ACF)
      “E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem.” (Ap 14:13 ACF)


Minha posição é dada pelos meus dois comentários abaixo, feitos para 1Cor 6:9-10 e para Gál 5:21 (partes da “Bíblia LTT Anotada: Bíblia Literal do Texto Tradicional, Anotada”, que está disponibilizada em http://br.geocities.com/lttanotada/  ):

1Cor 6:9-10:

9 Ou não tendes sabido que os injustos não herdarão de o direito de reinar de Deus {*}?
10 Não sejais vós enganados- feitos- extraviar: nem os fornicários, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas ativos, nem os furtadores, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os homens vorazes- predadores, herdarão de o direito de reinar de Deus {*}.
{*} NOTA:
1) Estes versos 9-10 falam de DEScrentes (os “injustos” de v. 9), não de crentes do N.T.
2) E, se falassem de crentes do N.T., aplicar-se-ia a nota de Gál 5:21


Gál 5:19-21:

19 Porque as obras da carne são manifestas, as quais são estas: adultério, fornicação, impureza, lascívia,
20 Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, facções, heresias,
21 Invejas, homicídios, bebedices, folias próprias do álco
ol, e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais vos declaro de antemão, como também antes vos disse, que aqueles que estão cometendo tais coisas não herdarão de o direito de reinar de Deus {*}.
{*} NOTA:
Este verso só permite concluirmos que aqueles dentre os crentes do N.T. que são caracterizados como contumazes e recalcitrantes praticantes daqueles grosseiros pecados aqui enumerados não herdarão no direito de reinar, que é de Deus. Não é afirmado que tais crentes perderão a salvação, nem que não irão para o céu ao morrerem, nem que não passarão a eternidade no gozo de Deus (Romanos - Filemom abundantemente ensinam que a salvação, do início ao fim, é obra totalmente de Deus, resulta somente da Sua graça derramada sobre quem se arrependeu e creu biblicamente, e é totalmente independente de obras: Rom 3:21–4:5; 11:6; Efé 2:8-9; etc.). Salvação, céu e gozo eterno são diferentes do direito de reinar com e para Deus, no Milênio. Sempre que Paulo ou João usam a expressão “reinar de Deus” no sentido futuro ou escatológico (1Co 15:23,24,25; 2Tm 4:1; Ap 20:6) ela significa o reinar de Deus durante o Milênio e o direito do crente que foi fiel participar deste reinar, reinando com e para Ele. Por um lado, a SALVAÇÃO na dispensação da graça é total e somente pela GRAÇA de Deus, e é incapaz de ser perdida. Por outro lado, o direito de REINAR com e para Deus, durante o reinar de Deus no Milênio, é um PRÊMIO, deve ser merecido por operosidade, fidelidade e perseverança, e pode ser perdido.
 


Em resumo: os crentes carnais anormais de Gál 5:19-21, que viverem na prática de pecados grosseiros tais como os ali descritos, em vida receberão a correção de Deus através de dolorosíssimas e vergonhosíssimas conseqüências de suas infidelidades, sofrerão e chorarão amargamente por isso; depois de serem libertos deste presente corpo corruptível, eles perderão os galardões e recompensas que deveriam ter durante o Milênio, perderão o inaudito privilégio e insuplantável alegria de servirem a Deus através de reinarem com e para Cristo durante o Milênio, e tudo isso é a segunda coisa mais lamentável de que jamais lemos em toda a Bíblia, ... mas não perderão sua imperdível salvação eterna, não perderão sua admissão para o Milênio, nem passarão este período num terrível sofrimento em algum tipo de “purgatório”.




Hélio de Menezes Silva
Abril.2007.

 



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ SoteriologiaESantificacao/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )